Home Notícias Polícia Polícia prende suspeito de participação na morte de professor em Manaus

Polícia prende suspeito de participação na morte de professor em Manaus

3 min - tempo de leitura
4,314

Na madrugada desta sexta-feira (17/1) logo após policiais localizarem o carro de Genivaldo Lira Lacerda, de 47 anos, abandonado na rua Aracati, bairro Rio Piorini, Zona Norte de Manaus, equipes da 18ª e 26ª Cicom prenderam um dos suspeitos de envolvimento no assassinato do professor desaparecido desde a última quarta-feira (15/1).

Corpo de professor foi encontrado enterrado com uma corda no pescoço – Imagem: Reprodução

Uma equipe da 18ª Cicom recebeu uma denúncia anônima informando que um dos envolvidos no homicídio do professor estava nas proximidades onde o carro da vítima foi encontrado. Então, uma guarnição se deslocou ao local informado, e no momento que realizavam abordagem a Everton Rodrigo Pinto dos Santos, o mesmo já teria indicado o local onde Genivaldo havia sido enterrado.

Polícia prende suspeito de participação na morte de professor em Manaus- Imagem: Eudógio Gonçalves/ Imediato Online

Logo após a revelação feita por Everton Rodrigo, sobre a localização da vítima, foram acionadas equipes do Corpo de Bombeiros, Instituto Médico Legal – IML e Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para auxiliar na remoção do corpo.

Polícia prende suspeito de participação na morte de professor em Manaus- Imagem: Eudógio Gonçalves/ Imediato Online

Everton Rodrigo foi encaminhado para a DEHS para os procedimentos cabíveis. A polícia realiza buscas por Felipe Mendonça Glória, também suspeito de participação na morte de Genivaldo Lira.

Entenda o caso:

De acordo com informações preliminares, o corpo do professor que estava desaparecido desde a última quarta-feira (15), estava enterrado no quintal de uma residência com sinais de estrangulamento.

Ainda na noite da quarta-feira (16/1), policiais da 18ª e 26ª Cicom já haviam localizado o carro da vítima abandonado no bairro Terra Nova, Zona Norte de Manaus, um veículo que possui rastreador, Nissan, placa PHX5370, modelo Sentra e de cor prata. A localização exata do carro foi feita através do aparelho de rastreamento presente no automóvel.

O professor desapareceu na última quarta-feira (15/1), por volta das 16h40, quando saia da Escola Francisco Pereira, localizada na rua Argentina, Bairro de Flores, onde era diretor.

Fotos: Eudógio Gonçalves / Imediato On Line

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Bolsonaro afirma que pagou auxilio de R$ 5.400 para brasileiros e que culpados por queimada são índios e caboclos

Nesta terça-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro disse na Assembleia das Nações Unidas …