Policiais militares e civis prendem homem que se passava por autoridades do Estado

248

Policiais militares e civis prenderam em flagrante um homem de 36 anos, na manhã desta sexta-feira, 14/02, por estelionato. Ele se passava por autoridades do Estado, entre elas o Comandante-Geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Coronel PM Ayrton Norte, e exigia vantagens ou dinheiro.

O suspeito foi preso no bairro Nova Esperança, zona Oeste de Manaus. / Foto: Divulgação/PMAM
O suspeito foi preso no bairro Nova Esperança, zona Oeste de Manaus. / Foto: Divulgação/PMAM

Segundo o delegado Raul Augusto Neto, titular do 12¬ļ Distrito Integrado de Pol√≠cia (DIP), o suspeito √© contumaz na pr√°tica de estelionato e, tamb√©m, j√° respondeu pela pr√°tica de furtos. ‚ÄúH√° 20 dias recebemos essa informa√ß√£o de que ele se passava por autoridades. Ele oferecia vantagens em troca de dinheiro e estava tentando vender uma vaga em leito em um hospital‚ÄĚ, disse o delegado. Ele exigiu R$ 2 mil de uma das v√≠timas para vender uma vaga em um leito na Funda√ß√£o Centro de Controle de Oncologia (Fcecon). A v√≠tima entregaria o dinheiro nesta sexta-feira.

Al√©m disso, ele ligava para √≥rg√£os p√ļblicos, se passando por autoridades, para tentar obter autoriza√ß√Ķes para a realiza√ß√£o de bandas de Carnaval. O suspeito, tamb√©m, estava tentando enganar um homem que alugava equipamentos de som e ilumina√ß√£o. Ele queria que a v√≠tima cedesse os equipamentos em nome de autoridades para a realiza√ß√£o de um evento beneficente para crian√ßas com c√Ęncer que seria realizado pelo poder p√ļblico.

O Serviço de Inteligência da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) estava acompanhando o caso. O suspeito foi preso no bairro Nova Esperança, zona Oeste de Manaus. Ele tentou fugir entrando em uma residência, mas foi capturado.

‚ÄúEle atuava ligando para secret√°rias e autoridades usando meu nome para tentar receber vantagens. Eu recebi uma grava√ß√£o. Convocamos as pessoas que foram v√≠timas a compareceram ao 12¬ļ DIP. Ele √© audacioso, mas ningu√©m aqui no Estado est√° a cima da Lei. Alerto, ainda, que nenhum membro no comando est√° autorizado a pedir nada. Se isso acontecer, desconfie e denuncie‚ÄĚ, disse o Coronel PM Ayrton Norte.

*Com informa√ß√Ķes de assessoria

Coment√°rios