Home Entretenimento Curiosidades Portugal é mais que bacalhau e pastel de nata

Portugal é mais que bacalhau e pastel de nata

3 min - tempo de leitura
204

Engana-se quem acha que comida típica de Portugal é só bacalhau (rimou!) ou pastel de nata.

Portugal é um país pequeno, mas com uma gastronomia muito rica e diversificada”, aponta Pati Lemos, influenciadora digital com mais de 125 mil seguidores no seu Instagram @voumudarparaportugal e especialista em relocation e mercado imobiliário. Pati conhece Portugal de ponta a ponta e sempre faz questão de experimentar o que há de mais típico em cada região.

No Porto, o destaque fica para a Francesinha, um mega sanduíche de pão de forma completo com salsicha, bife, presunto, queijo, ovo frito por cima e um molho especial. “É matador”, diz Pati.

Quem passa de carro pela Mealhada, na região da Bairrada, centro de Portugal, se assusta com a quantidade de restaurantes que servem leitão. São dezenas a servir o típico “Leitão à Bairrada”, cujo segredo é ser assado inteiro, lentamente, num forno a carvão. “Sempre que vamos ao Porto, desviamos ligeiramente a rota para almoçar na região”, conta Pati Lemos.

Mas os portugueses também têm a sua feijoada. Diferente da brasileira, mas muito saborosa. É servida principalmente na região da Serra da Estrela. É a Feijoca, cujo grão, que tem o mesmo nome, é maior e mais claro. E vem com todas as carnes de porco e linguiças a que essa iguaria tem direito. Pati Lemos confessa: “prefiro a feijoada brasileira, mas no inverno com um bom vinho, a Feijoca cai muito bem”.

Da Serra da Estrela também vem o famoso queijo de ovelha, outro ícone português.

Descendo para o sul do país, é obrigatória uma parada em Setúbal para degustar o “choco frito”, um tipo de molusco parecido com a lula. “No verão, acompanhado de uma cerveja, é dos deuses!”, segundo Pati.

As migas são um prato típico da região do Alentejo. Feitas de pão amolecido e esmigalhado, que depois é cozido e se transforma numa massa saborosa, que pode se misturar a legumes ou carnes de porco. “É uma solução criativa e deliciosa para se aproveitar o pão amanhecido…”, sugere Patricia.

De qualquer forma, num país que é voltado para o mar, não poderia faltar um prato de peixe. Nada como uma dourada, peixe que ocorre em abundância no litoral português. “Grelhada, com batatas cozidas, é tudo de bom. Leve e saudável!”, finaliza Pati Lemos.

Em resumo, Portugal vai muito além do bacalhau, que aliás nem é oriundo do país.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Curiosidades

Deixe uma resposta

Leia Também

Lutadora de MMA espoca Youtuber de 240kg em torneio. Veja o vídeo da luta!

Um torneio de MMA na Rússia promoveu um duelo entre uma lutadora de 63kg e um youtuber de …