Home Notícias Política Pré-candidato à Prefeito de Manaus do PC do B pode estar com os dias contados à frente da chapa

Pré-candidato à Prefeito de Manaus do PC do B pode estar com os dias contados à frente da chapa

6 min - tempo de leitura
83

Mesmo antes da pandemia chegar ao fim, os bastidores da política amazonense começam a fervilhar em preparação para o novo pleito eleitoral – ainda sem data para ser realizado. Depois da polêmica envolvendo dois nomes do Partido dos Trabalhadores (PT), agora é a vez do Partido Comunista do Brasil (PCdoB). O atual pré-candidato a prefeito de Manaus pela sigla, Francisco Balieiro, pode estar com os dias contados à frente da chapa.

No Amazonas, partidos políticos tentam colocar em destaque os seus nomes mais fortes, já outros fogem de estar na mira. Esse seria o caso de Balieiro, segundo fontes do partido. Nas últimas semanas, ele teria se desvencilhado de algumas obrigações e até estratégias para emplacar o seu nome como pré-candidato. Por conta disso, ele recebeu uma espécie de “cancelamento” por parte dos filiados.

Apesar de ter muito crédito com a base do partido, desde que foi indicado como pré-candidato a prefeito, o ex-deputado tem faltado a compromissos, demonstrando desinteresse na disputa. A primeira “fuga” de Balieiro aconteceu no dia 15 de abril deste ano, quando Yann Evanovick divulgou a realização de uma live nas suas redes sociais sobre o adiamento das eleições 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus. Yann chegou a divulgar artes e vídeos chamando os filiados e eleitores para participarem, mas Balieiro avisou que não comparecia ao encontro. O aviso teria sido dado há apenas 40 minutos antes do horário marcado para o início do debate, que precisou ser adiado.

Já no dia 06 de junho, o juiz aposentado convocou toda a militância para lançar a sua pré-candidatura. Fato que aconteceria no último dia 11. Em um vídeo, ele solicitou que os pré-candidatos enviassem contribuições para o seu programa de governo que seria apresentado no lançamento. Porém, o evento acabou sendo cancelado sem justificativas e não há informações sobre a participação dos militantes para a construção das propostas de Balieiro. Essa falta de interesse é só mais um dos sinais de arranhaduras na candidatura do ex-deputado.

Seis dias depois desse episódio, uma nova negativa de Balieiro para participar de um debate pode ter sido a gota d’água para o descontentamento de parte dos filiados. O Portal Movimento Popular, que é encabeçado por um dos integrantes da diretoria do PCdoB, convidou Balieiro para um debate sobre a crise na economia do Amazonas.

Desta vez, o pré-candidato entrou na live, mas quatro minutos depois desconectou-se do bate papo alegando que não sabia usar a ferramenta. Ele não retornou ao discurso e isso teria caído como uma bomba dentro do partido, levando a dúvida sobre sua permanência como cabeça de chapa.

Nos bastidores do PCdoB comenta-se que Balieiro alega não estar preparado para debater ao vivo sobre certos assuntos de interesse. Ele estaria ganhando tempo para se instruir sobre o melhor posicionamento perante a sociedade. Entretanto, enquanto isso, Yann Evanovick, Marcelo Amil e até o próprio presidente estadual da sigla, o professor Eron Bezerra, mantém o debate acalorado com a participação popular.

No meio da situação difícil que o ex-deputado Balieiro se colocou no partido, o nome do advogado Marcelo Amil surge forte como uma das possibilidades para encabeçar a chapa. Marcelo, que antes de ir para PCdoB era pré-candidato à Prefeitura de Manaus pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), mantém uma postura de crescimento e continua bem visto pela imprensa e pela opinião pública. Ele aparece constantemente na mídia como um personagem forte e ainda mantém debates com o seu público nas redes sociais.

Segundo fontes, Amil tem crescido inclusive dentro do partido – na qual começou a sua carreira política. Ele poderá vir a ser o candidato cabeça de chapa, caso Balieiro permaneça decaindo no gosto dos militantes. Outra opção seria o PCdoB apoiar a candidatura de outro partido de esquerda, mas há poucas perspectivas para este cenário.

Comodismo e furos estremecem campanha de Balieiro no PCdoB
Comodismo e furos estremecem campanha de Balieiro no PCdoB

*Com informações da Assessoria

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Política

Deixe uma resposta

Leia Também

Aleam antecipa pauta da próxima semana com oito Projetos de Lei e cinco vetos do governo

  A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai colocar em votação, na próxima sem…