Home Notícias Manaus Prefeito anuncia ampliação da rede de saúde e mais medidas para enfrentamento ao novo coronavírus

Prefeito anuncia ampliação da rede de saúde e mais medidas para enfrentamento ao novo coronavírus

13 min - tempo de leitura
39

Ao chegar ao nono mês de enfrentamento aos efeitos da pandemia de Covid-19, desde o primeiro caso confirmado do novo coronavírus em Manaus, o prefeito Arthur Virgílio Neto anunciou nesta quinta-feira, 5/11, novas estratégias em várias frentes de atuação, para conter o avanço da doença na cidade. Entre elas estão a ampliação da rede de saúde do município, de testagem, de distribuição de medicamentos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além do reforço de imunização contra a influenza (gripe). Essas medidas vêm se somar ao conjunto de atuações realizadas pela Prefeitura de Manaus, desde março, para prevenção e controle da doença.

“Declararam que a Covid-19 estava acabada. Eu disse, digo e insisto que não está. Mesmo torcendo para eu estar errado, acompanho todos os boletins funerários que o secretário municipal de Limpeza Urbana, Paulo Farias, me envia, referentes a sepultamentos e enterros. Com isso, temos a noção de, mais ou menos, quantos casos de Covid-19 são registrados em um dia, uma semana e em um mês”, alertou Arthur Neto. “Ao que nos cabe, enquanto prefeitura, fizemos, fazemos e faremos o que for necessário para evitar que mais pessoas percam suas vidas para essa doença terrível, que ainda nos assola”, completou o prefeito, em coletiva à imprensa, acompanhado da primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro.

Entre as novas medidas anunciadas estão a inauguração de três clínicas da família e de um centro especializado em reabilitação, com a contratação de mais profissionais de saúde, um dia “D” contra a influenza (gripe), testagem de RT-PCR em mais de 4,5 mil indígenas e 7 mil servidores da saúde, ampliação dos horários de atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) preferenciais e testes para 30 mil gestantes na maternidade Moura Tapajóz, ampliação do diagnóstico com a disponibilização de 50 mil testes rápidos e aquisição de 3 milhões de unidades de medicamentos e mais de 3,3 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

O anúncio das novas medidas ocorreu no auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, sede da prefeitura, bairro Compensa, zona Oeste, e vem como resposta ao aumento de casos no último mês de outubro e início de novembro, que registrou, até 1º/11, 63.504 casos confirmados, com 2.895 óbitos. Em Manaus, os primeiros casos de Covid-19 ocorreram em março com resposta imediata do prefeito Arthur Neto, que determinou medidas de proteção à vida, econômicas e administrativas.

“Não acredito em uma segunda onda avassaladora, mas estou vendo o aumento do número de casos e de mortos. Então, é essencial que reforcemos essas medidas. Dentro do que é atribuição nossa, estamos fazendo o máximo, indo até o limite. Não há quase nada de recursos federais”, reafirmou o prefeito Arthur, que determinou ainda que o saldo de recursos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), neste final de sua gestão, seja investido no pagamento de pessoal e compra de remédios. “Quero deixar o município abastecido de remédios, isso é o mais seguro para a população. Ela deve ter o conhecimento do que foi feito, tudo muito claro”, disse.

Arthur mencionou o hospital municipal de campanha, implantando no período mais grave da pandemia, por iniciativa da Prefeitura de Manaus com Parceria Público-Privada (PPP), e todas as medidas adotadas desde março, como a contratação de novos servidores da saúde, ampliação das unidades preferenciais de dez para 18, medidas de isolamento e distanciamento social, como a proibição de grandes eventos, o teletrabalho, além de medidas econômicas, como a proibição do corte de água para inadimplentes. “Eu quero prestar contas disso à sociedade”, afirmou.

As novas medidas, planejadas e coordenadas pela Semsa, abrangem seis eixos: Prevenção; Assistência (Diagnóstico, Manejo Clínico e Reabilitação); Suprimentos e Apoio ao Atendimento; Monitoramento de Casos e Contatos de Covid-19 (Telemonitoramento); e Ampliação da Rede Assistencial (contratação de profissionais e inauguração de três Clínicas da Família).

“São muitas ações que o prefeito anuncia para reforçar a atenção primária e a prevenção ao coronavírus. A primeira delas é a vacinação, o prefeito fez uma articulação no Instituto Butantan, com o doutor Dimas Covas e o governador de São Paulo, João Doria, que nos cederam quase 57 mil doses de vacina contra a gripe influenza. Então, a partir de sábado, vamos fazer o dia ‘D’, e aproveitar para vacinar nesse período as crianças contra poliomielite e as pessoas contra o sarampo. Ampliamos o horário das 18 unidades básicas de saúde, contratamos mais profissionais para reforço neste trabalho, além da nova instalação do centro especializado de reabilitação, entre outras ações realizadas pela prefeitura”, explicou o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi.

Eixos de enfrentamento à Covid-19:

Prevenção

Neste sábado, 7/11, será realizado o dia “D” de mobilização contra a influenza, utilizando as vacinas disponíveis da campanha contra influenza executada no primeiro semestre de 2020 e mais 56.460 doses da vacina, recebidas em outubro por meio de parceria com o Instituto Butantan, o que tornou possível ampliar a vacinação para a população em geral. O foco principal é reduzir as ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), o que envolve as síndromes gripais causadas pelo novo coronavírus, mas também por vírus como o da influenza A e B.

Também haverá ações na saúde indígena para prevenção da Covid-19, com reforço no atendimento clínico e testagem de RT-PCR – exame padrão para o diagnóstico – em 4,5 mil indígenas. A testagem alcançará 7 mil profissionais de saúde do município.

Assistência

O horário de funcionamento de 18 UBSs preferenciais nos finais de semana e feriados será ampliado de 8h até 18h, aumentando em 75 mil atendimentos o número de beneficiados. Haverá também a ampliação do diagnóstico de Covid-19 em 48 UBSs com a oferta de mais de 50 mil testes rápidos, assim como haverá a coleta do RT-PCR na maternidade Moura Tapajóz, que será inserida no protocolo do pré-natal, com estimativa de alcançar mais de 30 mil gestantes.

Nos próximos dias, a Prefeitura de Manaus vai inaugurar as novas instalações do Centro de Especialidade em Reabilitação, com foco na reabilitação respiratória pós-Covid-19, realizando mais de 1.600 atendimentos por mês.

Suprimento

A Prefeitura de Manaus está fazendo a aquisição de mais de 3 milhões de unidades de medicamentos para o tratamento dos sintomas de Síndrome Gripal e Covid-19; e de mais de 3,3 milhões de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Monitoramento

A Prefeitura de Manaus vai ampliar o serviço de Telemonitoramento, com a incorporação e capacitação de mais profissionais de saúde da rede para o monitoramento de casos e de contatos próximos dos pacientes com Covid-19.

Ampliação da Rede

Serão contratados 40 médicos, 80 enfermeiros, 130 técnicos de enfermagem, 30 técnicos de patologia clínica, 10 Agentes Indígenas de Saúde (AIS), para fazer frente às inaugurações de três novas Clínicas da Família, para atender a população das zonas Sul, Leste e Oeste, com meta para atender mais de 44,8 mil pessoas por mês.

O Centro de Emissão de Declaração de Óbito por Causa Natural em Domicílio também ampliou o horário de atendimento, que era feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Com a ampliação iniciada nesta quinta-feira, 5/11, o serviço passa a funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, exceto feriado, e aos sábados, de 8h às 12h.

Balanço

A prefeitura realizou 1.219.036 atendimentos em unidades de saúde (990.059 atendimentos em UBSs; 220.089 em UBSs preferenciais para Covid-19; 3.598 em UBSs Móveis; e 5.290 em UBSs Fluviais). Também foram realizados serviços como o chat/telemonitoramento (15.738 atendimentos); apoio psicológico on-line (540); internações no hospital de campanha municipal (729); internações no hospital de campanha para atendimento de indígenas (29); testagem rápida para população (181.229); testagem rápida aos profissionais de saúde (20.358); testagem rápida para indígenas (11.300); inspeções sanitárias pela Visa Manaus (4.313); Remoção pelo Samu-192 – Geral (31.641); Remoção Samu/Covid-19 (5.594); emissão de Declaração de Óbito em domicílio (284); contratação de profissionais de Saúde (1.323); e novas convocações de profissionais de saúde bolsistas pela Escola de Saúde Pública (Esap)/Semsa (290).

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Manaus

Deixe uma resposta

Leia Também

Jovem é morta pelo marido após se recusar a mostrar o celular

Uma jovem de 21 anos foi morta pelo marido dela, após se recusar a mostrar o celular dela …