Prefeito Artur Neto e Eduardo Braga aparecem novamente em delação da Lava-Jato por corrupção, segundo delator

20

Novamente os nomes do prefeito de Manaus, Artur Neto (PSDB) e do senador Eduardo Braga (PMDB) aparecerem em dela√ß√Ķes premiadas da opera√ß√£o Lava Jato.

O ex-presidente da Transpetro S√©rgio Machado, que tem surpreendido a todos com suas dela√ß√Ķes, citou o nome dos dois pol√≠ticos junto com outros que receberam propina para financiamento de campanha pol√≠tica.

Prefeito Artur Neto e Eduardo Braga aparecem novamente em delacao da Lava jato por corrupcao segundo delator4

No trecho em que se refere ao Prefeito Artur Neto, o delator da Lava Jato comenta no Termo de Colabora√ß√£o N¬ļ 10, na p√°gina 86, Machado diz:

‚Äú‚ÄėN√£o tem nenhum. Quem √© que nunca pediu dinheiro? Z√Č AGRIPINO, A√ČCIO, ARTUR (VIRG√ćLIO)‚ĶALOYSIO’‚ÄĚ.

Trecho da delação que aparece o nome do Prefeito de Manaus Artur Neto
Trecho da delação que aparece o nome do Prefeito de Manaus Artur Neto

Está é a segunda vez que o nome do prefeito Artur aparece na Lava Jato, a primeira vez foi no dia 23 de abril.

J√° no trecho que cita Eduardo Braga, Machado diz ele foi beneficiado parte de R$ 40 milh√Ķes da JBS, a pedido do PT, e que isso ‚Äúouviu de diversos senadores‚ÄĚ.

No trecho que cita Eduardo Braga
No trecho que cita Eduardo Braga

Em nota, o senador Eduardo Braga informou:

”¬†O ex-senador S√©rgio Machado mentiu ao citar meu nome como sendo benefici√°rio de recursos financeiros que segundo ele, em 2014, teriam sido doados pela empresa JBS para a campanha eleitoral de senadores do PMDB a pedido do PT.

Jamais tratei com o ex-senador qualquer assunto relacionado a campanhas eleitorais ou afins, muito menos sobre doa√ß√Ķes.¬†Sua cita√ß√£o caluniosa √© abjeta e criminosa.

Todos os recursos utilizados na minha campanha eleitoral de 2014, sem exce√ß√£o, foram declarados e est√£o dispon√≠veis nas presta√ß√Ķes de contas que foram apresentadas, analisadas, julgadas e aprovadas pelo Poder Judici√°rio Eleitoral.

Lamento que seja divulgado, como se verdade¬† fosse, trechos de um depoimento em que o chamado ‚Äúdelator‚ÄĚ usa express√Ķes como ‚Äúouvi falar‚ÄĚ e ‚Äún√£o me lembro da parte de quem‚ÄĚ para tentar me enredar em tramas sobre as quais nada de concreto foi apresentado.

Reafirmo meu compromisso com a verdade e jamais me furtarei a prestar todo e qualquer esclarecimento necess√°rio para restabelece-la.”

Coment√°rios