Home Notícias Política Prefeito de Iranduba pode ser condenado em até 55 anos de prisão

Prefeito de Iranduba pode ser condenado em até 55 anos de prisão

50 segundos lido
15

Na segunda-feira (16/11), o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) encaminhou ao Tribunal de Justiça do Amazonas, denuncia contra 13 pessoas acusadas de participar do esquema de fraudes de licitações em Iranduba, região metropolitana de Manaus.

O esquema foi revelado através da “Operação cauxi”, que descobriu um desvio de mais de R$ 56 milhões em dinheiro publico. Que culminou na prisão do prefeito de Iranduba.

A denuncia foi encaminhada para a desembargadora Carla Maria dos Santos Reis., onde o prefeito Xinaik foi denunciado pelos crimes de participação em organização criminosa, crime de responsabilidade, fraudes em licitações e lavagem de dinheiro O secretário de finanças do município, David Queiroz, também foi denunciado por participação em organização criminosa, concussão (obter vantagem em função de cargo público), fraudes em licitação, lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Se for condenado, o prefeito poderá cumprir pena que vão de 19 a 55 anos.

Xinaik  no xilindró
Xinaik no xilindró

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Política

Deixe uma resposta

Leia Também

Vereadora dá “sarrada” durante sessão virtual da Câmara de Vereadores e acusa “machismo”. Veja o vídeo!

Na última quinta-feira (15), a vereadora Michelly Alencar (DEM-MT) deu uma famosa “s…