Prefeito recua e desiste por enquanto da “Taxa do Lixo”

239

Após longa reunião com vereadores da base aliada, p prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), decidiu amadurecer mais a questão da taxa de resíduos sólidos, mais conhecida como “Taxa do Lixo” e pelo menos por enquanto, o assunto é dado como “deixa quieto”.

A reunião contou com os secretários mais próximos também. Depois de muitas idas e vindas na Justiça, finalmente este ano o novo imposto foi considerado legal.

Embora o atual prefeito Artur Neto (PSDB) esteja sendo duramente criticado, vale ressaltar que essa ideia não foi dele, mas do antecessor e ex-governador, Amazonino Mendes (PDT). Só que, na época, o então deputado estadual Marcelo Ramos (PR) entrou na Justiça contra a cobrança.

Fortemente rejeitada pela sociedade, desde que Amazonino a lançou, a “Taxa do Lixo” ainda não é uma questão pacífica para o atual prefeito. “Tem problemas técnicos que precisam ser devidamente esclarecidos. Talvez um dia ela possa ser cobrada, mas não agora”, disse Arthur aos vereadores.

Artur Neto

Comentários