Prefeitura de Artur tinha contratos milionários com empresários presos pela Polícia Federal

11

A Prefeitura de Manaus fechou vários contratos com empresários presos na operação “Maus Caminhos” deflagrada pela Polícia Federal no mês passado. A quadrilha, que desviou mais de R$ 200 milhões de recursos da saúde, atuava nas secretarias de Saúde do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus. O esquema foi descoberto inicialmente no Governo e agora aparecem os tentáculos da quadrilha também na Prefeitura de Artur.

Prefeitura de Artur tinha contratos milionários Com empresários presos pela Polícia Federal (ACrítica)
Prefeitura Municipal de Manaus tinha contrato com presos pela Polícia Federal (ACrítica)

A edição do jornal A Crítica deste domingo traz documentos que comprovam a atuação dos membros da quadrilha na Secretaria Municipal de Saúde desde 2014 até este ano. São fac-símiles dos contratos firmados entre a Prefeitura e as empresas D De Azevedo Flores e SCT e CIA Ltda, de Davi Flores e Gilberto de Souza Aguiar, respectivamente. Os dois foram presos pela Polícia Federal no dia 20 de setembro e continuam encarcerados na Superintendência da PF em Manaus.

Um dos contratos de 2014 com a empresa de Gilberto de Souza Aguiar, no valor de R$ 1,7 milhão, chama atenção por ser 95% mais caro que o contrato firmado com outra empresa para cuidar do mesmo serviço (vacinadores da campanha antirrábica) no ano de 2013, ao custo de R$ 895 mil.

A atuação dos empresários corruptos na Prefeitura foi denunciada nesta sexta-feira no debate da Band Amazonas pelo candidato a prefeito Marcelo Ramos. Artur negou de imediato e tentou responsabilizar seu ex-secretário de saúde, Evandro Melo, irmão do governador José Melo. Mas Marcelo Ramos o desmentiu e reafirmou que os contratos foram assinados pelo atual secretário Homero de Miranda Leão. Artur duvidou e disse que se fosse verdade, demitiria o secretário. O jornal A Crítica provou que a denúncia era verdadeira.

Prefeitura Municipal de Manaus tinha contrato com presos pela Polícia Federal (ACrítica)
Prefeitura Municipal de Manaus tinha contrato com presos pela Polícia Federal (ACrítica)

Comentários

comentários

Loading...