Prefeitura de Manaus recebe críticas no Plano de Mobilidade Urbana de Manaus

1

O deputado estadual Jos√© Ricardo Wendling (PT) criticou a falta de um amplo debate com a sociedade na elabora√ß√£o do Plano de Mobilidade Urbana de Manaus e a prec√°ria estrutura de organiza√ß√£o das audi√™ncias p√ļblicas que n√£o disponibilizaram nenhum instrumento de trabalho com informa√ß√Ķes, detalhamentos para que os cidad√£os e entidades sociais pudessem contribuir com o projeto, visto a natureza t√©cnica da proposta.

O parlamentar questionou tamb√©m a aus√™ncia de divulga√ß√£o dessas reuni√Ķes, o que resultou na presen√ßa extremamente reduzida da popula√ß√£o. Jos√© Ricardo ressaltou a import√Ęncia do Plano de Mobilidade Urbana e a fundamental participa√ß√£o da popula√ß√£o, j√° que trata de assuntos que afetam a todos os cidad√£os, como transporte, circula√ß√£o, acesso amplo e democr√°tico ao espa√ßo urbano, tr√Ęnsito.

‚ÄúTemos que cobrar o prefeito Arthur Neto (PSDB), porque ele gasta milh√Ķes em publicidade de autopromo√ß√£o, quando deveria gastar em campanha de educa√ß√£o no tr√Ęnsito, para prevenir os acidentes e mortes. √Č quest√£o de vida, de evitar gastos p√ļblicos com sa√ļde. √Č assim que o prefeito deve gastar o dinheiro da publicidade, que nesse ano est√° batendo recorde. O or√ßamento da publicidade estava previsto R$ 57 milh√Ķes, mas j√° chegou a ser liquidado R$ 72 milh√Ķes‚ÄĚ, exp√īs Jos√© Ricardo, invocado.

Foto: Semcom
Foto: Semcom

Nos tr√™s √ļltimos anos, a Prefeitura municipal excedeu as metas com Comunica√ß√£o, estabelecidas na Leis Or√ßament√°rias Anuais (LOA). O valor desembolsado para gastos com publicidade no per√≠odo atingiu R$ 183,668 milh√Ķes, superior ao previsto nas LOA¬īs de 2013, 2014 e 2015, que foi de R$ 128,292.

Coment√°rios