Página Inicial Notícias Manaus Prefeitura realiza testes para Covid-19 em professores da rede municipal de ensino

Prefeitura realiza testes para Covid-19 em professores da rede municipal de ensino

8 minutos de leitura
41

Os mais de 11 mil professores que atuam na rede de ensino da Prefeitura de Manaus passam por testagem rápida para identificar a Covid-19. A medida iniciada nesta quarta-feira, 8/7, é pioneira na esfera educacional e faz parte do protocolo de retorno às aulas presenciais da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com data a ser definida. O ciclo prevê um diagnóstico dos funcionários públicos que estarão na linha de frente nas próximas medidas de segurança adotadas pela capital.

Foto: Altemar Alcântara / Semcom

“Essa é uma medida assertiva do prefeito Arthur Virgílio Neto, que mostra liderança ao coordenar de modo muito atuante o enfrentamento da pandemia. Essa testagem faz parte de um ciclo estratégico que visa elaborar um panorama e estabelecer caminhos para seguirmos após o controle da pandemia, o que é muito importante, pois ela estará presente no nosso dia a dia até que seja desenvolvida uma vacina. Com isso, nós mostramos que fazer educação, no município de Manaus, é muito mais que transmitir conteúdo, é sobretudo cuidarmos uns dos outros e garantirmos a valorização e o respeito aos nossos profissionais”, pontuou a secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt.

Sobre um possível retorno às aulas na rede municipal, a secretária Kátia garantiu que não deverá haver retorno às aulas enquanto as autoridades de saúde não garantirem que é seguro. “O prefeito Arthur tem sido muito cauteloso quanto a um retorno às aulas, preocupado com a saúde dos nossos alunos e professores, tanto que prorrogou até fim de julho o decreto de teletrabalho. Então, essa testagem é parte de uma estratégia que segue durante o mês para nos cuidarmos”, ressaltou a secretária.

Foto: Altemar Alcântara / Semcom

A estratégia teve início ainda na semana passada, com a primeira fase de testagem em servidores que atuam na sede da Semed, com uma média de 1,2 mil profissionais testados. Nessa segunda fase, os professores passam por testes rápidos de IgM e IgG, para identificação de reagentes do vírus ou anticorpos, que acontece até o fim deste mês em 12 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, classificou a ação como muito importante para a segurança de todos. “A parceria entre a Semsa e a Semed possibilita a testagem em todos os professores e demais servidores, que atenderão os alunos na rede municipal de ensino de Manaus. Essa é uma ação de amostragem significativa para coletarmos dados que vão nos subsidiar nas próximas estratégias de segurança para o futuro dentro das salas de aula”, explicou.

Foto: Altemar Alcântara / Semcom

‘Consciência coletiva’

A professora da creche municipal Professora Dalvina do Nascimento Martins, conjunto Canaranas, Cidade Nova, Yana Bruna Duarte Leite, 24, ficou aliviada com a oportunidade de realizar o exame. “É uma iniciativa maravilhosa. Eu fui bem atendida e meu exame deu negativo. Assim, eu vou precisar, ainda, tomar todos os cuidados necessários. É um trabalho de consciência coletiva, para que possamos proteger a nós, nossa família e futuramente nossos alunos”, explicou.

Para a realização dos testes nos professores e outros profissionais, foram disponibilizados dois links, sendo um de cadastro e outro de verificação de agendamento. O profissional agenda o dia de sua testagem e segue até a unidade de saúde mais próxima de sua casa, para realizar o exame. Na oportunidade, é realizada uma entrevista para traçar o perfil do paciente, se ele cumpriu as determinações de isolamento, se já teve algum caso na família ou se apresentou algum sintoma.

“É uma excelente iniciativa, necessária para o futuro das atividades da comunidade escolar. Vejo que é uma forma de manter a segurança para que possamos voltar à normalidade”, destacou o secretário da escola municipal Chapeuzinho de Palha, Coroado, Marcos Paulo Maciel Alencar, 26.

Para a pedagoga da pré-escola creche Infante Tiradentes, Jéssica Almeida Nogueira, 28, que fica no Petrópolis, é uma garantia da proteção dos profissionais e das próprias crianças. “A educação, mais do que nunca, é essencial. Todos os protocolos de segurança que precisamos seguir nada mais são do que educar a população para essa nova realidade. Visto que nós professores temos uma função essencial de garantir essa educação, mesmo a distância, acompanhando as metodologias corretas com os pais, por meio de grupos de troca de mensagem”, disse.

— — —

Texto – João Paulo Gonçalves / Semcom

Fotos – Altemar Alcântara / Semcom

Comentários

Carregue Mais Artigos Similares
Carregue Mais Por Emerson Tahan
Carregue Mais Em Manaus

Deixe uma resposta