Presidente da Filipinas autoriza polícia a matar traficantes, no primeiro dia 300 morreram

137

V√°rios corpos pelas ruas, alguns vestidos, outros despidos com sinais de tortura: m√£os e p√©s amarrados. Este foi o cen√°rio ap√≥s a chacina nas Filipinas. Familiares dos mortos tiveram a tristeza de ir reconhecer os corpos no meio da rua, as pessoas n√£o tiveram a oportunidade de passarem por julgamento, segundo informa√ß√Ķes do site¬†news.com.au.

Em seu primeiro pronunciamento, o presidente filipino, Rodrigo Duterte, apelidado de ‚ÄúO Justiceiro‚ÄĚ parabenizou a pol√≠cia pelo ato a mando dele e, n√£o se sensibilizou com a comunidade internacional que perdeu seus entes queridos. Ele disse ainda que o tr√°fico de drogas ‚Äúafogou o pa√≠s‚ÄĚ e deve ser parado ‚Äúa qualquer custo‚ÄĚ. ‚ÄúN√£o vamos parar at√© que o √ļltimo bar√£o da droga e o √ļltimo financiador tenham se rendido e colocados atr√°s das grades. Ou embaixo da terra, se quiserem‚ÄĚ.

Presidente da Filipinas autoriza polícia a matar traficantes, no primeiro dia 300 morreram
Presidente da Filipinas autoriza polícia a matar traficantes, no primeiro dia 300 morreram

Coment√°rios