Home Notícias Polícia Preso cortado em 59 pedaços, teve fígado grelhado e comido por detentos

Preso cortado em 59 pedaços, teve fígado grelhado e comido por detentos

48 segundos lido
30

Uma barbaridade medonha chocou muita gente em São Luís, no ano de 2013. Um ritual canibalístico aconteceu no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, foi denunciado à Justiça pelo promotor Gilberto Câmara Júnior, da 12ª Promotoria de Justiça de Substituição Plena.

O preso Edson Carlos Mesquita da Silva, de 34 anos, foi torturado por seis pessoas em plena cela, esfaqueado várias vezes e teve o corpo cortado em 59 pedaços. A vítima teve seu fígado arrancado, temperado, grelhado e comido pelos assassinos, que ainda o distribuíram aos colegas de espaço.

Mas, quase 2 anos depois, o testemunho de uma pessoa que presenciou uma dessas execuções, ocorrida no Presídio São Luís 2, tem deixado promotores e investigadores agoniados com a barbaridade dos assassinos, apesar de conhecerem bem o violento histórico do complexo. A investigação policial resultou no inquérito da promotoria enviado à Justiça.

Pense numa marmota bizarra e tedoidé.

Agência Brasil
Agência Brasil

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Menina de 13 anos que engravidou após ser estuprada por um presidiário não poderá abortar; Entenda!

Uma criança de 13 anos de idade engravidou após ser estuprada por um foragido da Justiça n…