Procurador pede que verba para Escolas de Samba de Manaus seja suspensa

9

Na sexta (22/01), o procurador Ruy Marcel Alencar de Mendonça, da 7ª Procuradoria de Contas, entrou com uma representação que propõe ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) a suspensão do repasse de recursos públicos às agremiações de carnavalescas de Manaus. O pedido do procurador está embasado na crise econômica e o caos que enfrenta a saúde pública do Estado.

O colapso na saúde foi constatado depois de visita realizada pelo Ministério Publico nas dependências da Fundação Hospital Adriano Jorge, onde cerca de 800 pacientes estão aguardando tratamento cirúrgico, alguns já estão na espera há cerca de 2 anos.

Segundo o Ruy Marcel, não se pode tolerar que o poder público tenha despesas com festa, uma vez que a Constituição determina que se dê prioridade para o direito fundamental a saúde.

Esse ano o Governo do Amazonas disponibilizará para as Escolas dos grupos de Acessos, A,B e C mais de R$1.730 mi . Além do concurso de fantasias feito pela Secretaria de Estado e Cultura, onde serão R$69,6 mil para premiação. Além dos gastos com o Carnaboi, que ainda não foram divulgados.

Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação
Loading...

 

 

 

 

 

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook