Protesto: Funcion√°rios alegam p√©ssimas condi√ß√Ķes de trabalho em hospital de Manaus

151

Os manifestantes da unidade de sa√ļde cobram sal√°rios atrasados h√° dois meses, al√©m de melhorias de benef√≠cios.

Funcion√°rios do Hospital Universit√°rio Francisca Mendes, Zona Norte de Manaus, paralisaram as atividades, na manh√£ de quarta-feira (29). Eles se manifestaram em frente √† unidade de sa√ļde para cobrar sal√°rios atrasados h√° dois meses, al√©m de melhorias de benef√≠cios. Os manifestantes pediram ainda por um reajuste salarial, que, segundo eles, n√£o √© feito desde 2015.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

De acordo com uma funcionária do hospital, os salários estão atrasados há dois meses. Além do atraso, eles ainda pedem um pagamento de salários em dia, o que, para eles, não acontece.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

‚ÄúDever√≠amos receber todo quinto dia √ļtil. Isto n√£o acontece. Queremos que nossos sal√°rios sejam pagues em dia. Desde 2015, a situa√ß√£o s√≥ se agrava. N√£o temos reajuste salarial desde 2015‚ÄĚ, disse Creusa.

Ainda conforme os manifestantes, eles também pedem que o vale alimentação que recebem seja reajustado. Segundo eles, os funcionários que trabalham 8h por dia recebem apenas R$ 15. Os que trabalham 6h, recebem R$ 10.

‚ÄúN√≥s temos que escolher. Quem trabalha 8h, faz s√≥ uma refei√ß√£o. N√£o tem como almo√ßar e jantar, por exemplo, s√≥ com R$ 15. √Č complicada a nossa situa√ß√£o‚ÄĚ, disse outra funcion√°ria, que preferiu n√£o se identificar.

O Hospital Universitário Francisca Mendes deveria iniciar as atividades às 7h, horário em que a paralisação dos funcionários teve início. Para que a população que aguardava por atendimento não fosse prejudicada, as atividades foram iniciadas por volta 8h.

Fonte: G1 Amazonas

Coment√°rios