Home Entretenimento Curiosidades Quanto tempo levaremos até vivermos em uma sociedade sem dinheiro?

Quanto tempo levaremos até vivermos em uma sociedade sem dinheiro?

7 min - tempo de leitura
35

O dinheiro muitas vezes parece ser uma das únicas coisas da nossa sociedade e do nosso estilo de vida que é imutável.

Os historiadores estimam que objetos de metal foram inicialmente usados como dinheiro em 5.000 a.C. e que existem moedas encontradas que datam de aproximadamente 700 a.C., ou seja, cerca de 50 gerações atrás.

Foto : Divulgação

Mas, ficam algumas perguntas. Estamos realmente nos aproximando de uma era em que um estado econômico poderia existir em uma sociedade sem dinheiro? As notas e moedas manuais podem se tornar obsoletas nesta mudança para o mundo digital? A informação digital poderia se tornar uma alternativa eletrônica ao dinheiro?

Para onde quer que você olhe, existem novos métodos de pagamento. Por exemplo, não precisamos mais digitar nosso número PIN ao comprar produtos ou serviços por um determinado valor, normalmente até 30 libras na Inglaterra.

Não precisamos mais repetir nossos detalhes financeiros ao solicitar entregas por meio de um app de fast-food, como Ifood, e normas há muito aceitas estão sendo desafiadas e, finalmente, abrindo caminho para novas normas, que parecem se tornar o novo normal com uma rapidez surpreendente.
O próximo estágio dessa revolução tecnológica pode ser uma sociedade sem dinheiro.

Vantagens de uma sociedade sem dinheiro

Em muitas lojas, os golpistas por exemplo compram um item de baixo custo com uma nota falsa de alto valor para conseguir dinheiro.

Para neutralizar esse problema, os lojistas verificam a validade das notas com uma caneta especial – um exercício que pode levar um bom tempo extra e que dificilmente é algo prazeroso para os clientes honestos ou para aqueles que esperam pacientemente na fila.

Uma sociedade sem dinheiro eliminaria o risco de dinheiro falsificado, de roubo de dinheiro por funcionários, falta de troco para os clientes.
Custos monetários e trabalhistas significativos são necessários para combater esses problemas mencionados, mas uma empresa sem dinheiro forneceria uma solução preventiva.

Além disso, o dinheiro oferece um potencial enorme para organismos causadores de doenças, como a Salmonella, e outras bactérias e vírus.
No atual clima de saúde que vivemos, uma mudança que reduziria o risco de propagação de doenças deve ser vista como um fator positivo importante.
Além disso, também há algo atraente no aumento da velocidade das transações.

As pessoas têm dias cada vez mais ocupados com estudos ou trabalho – e em alguns casos, têm que cuidar de crianças ou idosos em casa – e por isso a última coisa que desejam são métodos de compra demorados.

Foto : Divulgação
Foto : Divulgação

Além disso, o comportamento fraudulento, como lavagem de dinheiro, evasão fiscal, transações ilegais e financiamento de atividades ilegais, torna-se muito mais difícil com a evidência digital de onde o dinheiro está.

Devemos ter preocupações em relação ao fim do uso do dinheiro físico?

Uma das principais preocupações com a mudança para uma sociedade sem dinheiro seria a falta de privacidade.

Embora as transações rastreáveis sejam incrivelmente valiosas pelas razões mencionadas acima, elas também prejudicam o espaço e os direitos pessoais de todos.

Há muitas coisas que poderíamos comprar por razões perfeitamente válidas, das quais ainda podemos nos sentir um pouco envergonhados e não queremos necessariamente que as pessoas saibam.

Da mesma forma, sejam ricos ou pobres, muitas pessoas não gostariam que os outros soubessem quanto dinheiro eles têm.

Aqueles que são muito pobres, a ponto de sofrerem de falta de moradia ou pobreza, podem ficar ainda pior com uma mudança para uma sociedade sem dinheiro, porque eles provavelmente dependem da generosidade dos pedestres que lhes entregam trocos sobressalentes.

Foto : Divulgação

Se mudássemos para uma sociedade sem dinheiro, haveria uma necessidade ainda maior de os governos criarem um sistema econômico que proteja os mais pobres – e é difícil encontrar governos com vontade de fazê-lo.

Seria segura uma sociedade sem dinheiro?

O valor total da cibersegurança global comercializada é relatado em cerca de 112 bilhões de dólares, o que dá uma ideia justa do esforço necessário para manter as pessoas seguras online. Sendo a segurança uma das principais preocupações nas transações financeiras online, muitas empresas apresentaram novas ideias para remediar a situação.

O Bitcoin, que agora está sendo aceito pela Microsoft, é um exemplo óbvio – a criptografia baseada em blockchain de cada transação torna quase impossível para qualquer pessoa ter acesso aos seus dados pessoais. O Paysafecard também é uma alternativa viável e está sendo utilizado por empresas como o cassino online Betway e o provedor de jogos Steam.

Uma sociedade sem dinheiro em espécie traria muitas vantagens, mas só poderá ocorrer quando houver um sistema em vigor para proteger os mais vulneráveis.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Curiosidades

Deixe uma resposta

Leia Também

Aleam antecipa pauta da próxima semana com oito Projetos de Lei e cinco vetos do governo

  A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai colocar em votação, na próxima sem…