Quer pedalar em Manaus? Então vem de “MANÔbike”

85

Assim como em outras cidades do Brasil e do mundo a fora, em Manaus há um sistema de bicicletas compartilhadas. Por aqui, o projeto recebeu o nome de “MANÔbike” e disponibiliza um total de 110 bicicletas distribuídas em 11 estações espalhadas pela região central de nossa capital.

Antes de Manaus receber o sistema, um estudo foi elaborado para traçar as rotas e até mesmo os pontos de estação. Assim como ocorre nas demais cidades que há o serviço de bicicleta compartilhada, para poder utilizar umas das bicicletas do MANÔbike é necessário realizar um cadastro no site www.manobike.com.br ou pelo aplicativo do MANÔbike.

É possível comprar o passe mensal, válidos por 30 dias no valor de R$ 10 ou diário com duração de 24 horas, que custa um valor de R$ 5 por dia. Para retirar a bicicleta na estação, é preciso ter o aplicativo instalado no smartphone, digitar o número da estação e escolher a bicicleta a ser utilizada. Quando aparecer uma luz verde, significa que a bicicleta estará liberada para uso.

É possível realizar quantas viagens quiser durante todo o dia, que podem ser tarifadas ou não, dependendo do tempo de uso. As estações tem como horário de funcionamento das 6h às 23h.

Cada viagem com duração de mais de 60 minutos serão tarifadas à parte, no valor de R$ 5 a cada 60 minutos excedentes. Viagens com duração de mais de 90 minutos, nos domingos e feriados também serão tarifadas no valor de R$ 5.

Para evitar a tarifação extra é possível devolver a bicicleta em qualquer estação e depois de 15 minutos realizar a retirada do veículo novamente. O serviço pretende encorpar a utilização do Vale Cidadão (vale transporte) como um dos meios para retirar a bicicleta da estação a ser utilizada. Estudos para este procedimento ainda estão sendo feitos.

O sistema do Manôbike tem como empresa operadora a Samba Transportes Sustentáveis, do Grupo Serttel, com patrocínio da Hapvida. A rede poderá ser ampliada futuramente, conforme demanda. O Termo de Cooperação tem prazo de 36 meses e não há ônus para o município. O projeto de bicicletas compartilhada foi inaugurado em abril do ano passado.

Estações

As estações da Manôbike funcionarão alimentadas por energia solar e são interligadas via sistema de comunicação sem fio, redes 3G e 4G, permitindo que estejam conectadas 24 horas por dia. As estações, inclusive, estão localizadas em lugares históricos e turísticos da capital, como o próprio mercado, a centenária avenida Eduardo Ribeiro, Igreja Nossa Senhora dos Remédios, Praça do Congresso, Beneficente Portuguesa, Teatro Amazonas, entre outros.

Aceitação

O projeto de bicicletas compartilhadas, o Manôbike, ultrapassou a marca de 4 mil viagens em menos de 3 meses desde sua inauguração, no dia 12 de abril. Até 30 de junho do ano passado foram registradas 4.142 viagens nas 10 estações instaladas no Centro de Manaus.

No período, as estações mais usadas para trajetos são as instaladas no parque Jefferson Péres (26,19%), Teatro Amazonas (14,02%) e Praça Heliodoro Balbi (6,93%). Uma manutenção de rotina está sendo realizada na estação do Colégio Militar.

O horário preferido para o uso das bicicletas é o de 16h às 18h, com 28,28% de registro de retiradas, seguido pelo período de 18h às 20h (23,91%). Os dias da semana de maior utilização das bikes, em junho, foram as quintas, com 20%, seguido dos domingos, 19%, sextas (14%) e sábados (15%).

 

 

 

 

Comentários