Rainha de bateria de Escola de Samba é morta dentro de carro enquanto esperava a filha

384

A rainha de bateria da escola de samba Imperatriz Dona Leopoldina, de Porto Alegre, Paola Serpa, 33 anos, foi morta durante um assalto no início da noite de quinta-feira, em Cachoeirinha, na Região Metropolitana. Ela é natural de Alegrete.

Paola Serpa, 33 anos, foi morta durante um assalto no início da noite da última quinta-feira
Paola Serpa, 33 anos, foi morta durante um assalto no início da noite da última quinta-feira

O crime aconteceu em frente a um condomínio residencial na Avenida Obedy Cândido Vieira, no Distrito Industrial, por volta das 19h. Testemunhas contaram que ela costumava buscar a filha de sete anos diariamente no local onde a criança fazia aulas de música. Uma moradora relatou que, nesta quinta-feira, Paola chegou um pouco mais cedo e estava esperando a menina no carro.

Segundo informações preliminares, três homens em um Voyage prata abordaram a vítima dentro do Cruze estacionado. Moradores do entorno do local do crime disseram que ouviram disparos de arma de fogo e foram para a rua ver o que tinha acontecido — depararam com o carro com a porta aberta e a motorista morta dentro do veículo.

Rainha de bateria de escola de samba é morta dentro de carro enquanto esperava a filha / Foto : Divulgação
Rainha de bateria de escola de samba é morta dentro de carro enquanto esperava a filha / Foto : Divulgação

A alegretense era apaixonada por Carnaval. Ela pertencia à escola Imperatriz Dona Leopoldina, campeã do grupo especial da capital gaúcha em 2016.

‘Nos pegou de surpresa’, diz presidente da escola
Paola voltaria a desfilar como rainha da bateria da Imperatriz Dona Leopoldina, nos desfiles deste ano, conforme relata o presidente da Imperatriz Dona Leopoldina, Victor Hugo Amaro. O dirigente afirmou também que as atividades da escola de samba foram suspensas.

Rainha de bateria de escola de samba é morta dentro de carro enquanto esperava a filha / Foto : Divulgação

“Isso nos pegou de surpresa. Ninguém esperava algo assim, pela pessoa que ela era. É um ser humano que se vai precipitadamente. Estamos muito desolados e tristes”, desabafou.

Vítima foi abordada por três homens que estavam em um Voyage prata / Foto : Divulgação
Vítima foi abordada por três homens que estavam em um Voyage prata / Foto : Divulgação

*Zero Hora/G1

Comentários