Reforma da Praça da Matriz (Praça do Relógio)

2109

Desde o início de 2014 isolaram a Praça 15 de Novembro, conhecida como Praça da Matriz ou Praça do Relógio. O local que concentra a memória de Manaus estava isolada com tapumes e todos aguardavam ansiosos a revitalização do Centro, que por outro lado ficou de fora dos roteiros turísticos do Mundial, ao contrário das promessas feitas pela gestão municipal. Em Março de 2014, a praça parecia que estaria pronta para o mundial.

Isolamento da Praça da Matriz prejudica o turismo e torna a área mais vulnerável à ação de criminosos (J. Renato Queiroz (março/2014))
Isolamento da Praça da Matriz prejudica o turismo e torna a área mais vulnerável à ação de criminosos (J. Renato Queiroz (março/2014))

A imagem é simbólica por representar o isolamento, como um todo, do Centro de Manaus dos roteiros turísticos para a Copa do Mundo. Local que concentra boa parte da memória da cidade, o Centro foi tomado por aglomerações de ambulantes, e sua paisagem em nada lembra a região arborizada e de belos casarões ostentada até a década de 1970.

A partir deste sábado, quem passa pela Avenida Eduardo Ribeiro, via que fica ao redor da praça, pode verificar a praça sem os tapumes verdes que isolavam toda a extensão da área do Relógio Municipal, desde o começo do ano passado.

Loading...

Abaixo as fotos de como ela foi entregue após a reforma…

Praça do Relógio Municipal sem tapume foto : Manaus de Antigamente
Praça do Relógio Municipal em Janeiro de 2015
foto : Manaus de Antigamente
Praça do Relógio Municipal sem tapume foto : Manaus de Antigamente
Relógio Municipal completamente abandonado
foto : Manaus de Antigamente
Praça do Relógio Municipal sem tapume foto : Manaus de Antigamente
Praça da Matriz lembra cenário de guerra
foto : Manaus de Antigamente
Praça do Relógio Municipal sem tapume foto : Manaus de Antigamente
Lastimável o modo como entregaram a Praça do Relógio Municipal
foto : Manaus de Antigamente

A Prefeitura de Manaus retirou os tapumes da Praça da Matriz. As obras de requalificação urbanística, previstas para começarem dentro de 60 dias.
Foi liberado R$ 15.886.747,20 destinados ao início das obras de quatro dos dez projetos que integram o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas.

OU SEJA, DAQUI HÁ 60 DIAS Q A REFORMA COMEÇARÁ DE FATO

Comentários

comentários