Reviravolta РO rato fofinho que toma banho igual humanos não é um rato e está sofrendo

998

Voc√™ j√° viu o v√≠deo do rato tomando um banho bem gostoso, n√©? Provavelmente sim e j√° deve, inclusive, ter mandando pro papai, pra mam√£e, pra vov√≥ e sabe-se l√° mais quem porque o v√≠deo √© MUITO FOFO. √Č praticamente uma vers√£o live action do ratinho do Castelo R√°-Tim-Bum. N√£o sabe do que estou falando? Veja:

Lindo, não é? Um bichinho desse tomando banho igual a um humano, hahaha. Mas agora segura esse sorrisão aí pois estou prestes a acabar com o seu dia: não se trata de um rato. E é muito provável que ele esteja sofrendo.

Banho de rato

‚ÄúUm rato n√£o se comportaria assim, a n√£o ser que ele quisesse muito se livrar de algo‚ÄĚ, disse Tuomas Aivelo, pesquisador da biologia do rato urbano na Universidade de Helsinque, na Finl√Ęndia, ao Gizmodo. ‚ÄúIsso √© provavelmente um problema para o rato. Ele quer se livrar do sab√£o.‚ÄĚ

Aivelo explica ainda que esse comportamento é diferente de quando ratos tomam banho, cujo movimento de lamber as patas e esfregar no corpo lembra mais o banho de um gato do que o de um humano. Veja:

Tenre o quê!?

Mas, segundo apontam alguns tuiteiros, o animal n√£o √© um rato. O bichinho √©, na verdade, um tenrec√≠deo ‚Äď ou tenrec, tenreque, tenreco, como tamb√©m s√£o conhecidos.

Ele faz parte da fam√≠lia Tenrecidae. S√£o roedores mam√≠feros que possuem corpo vari√°vel e pequeno e habitam parte da √Āfrica continental e Madagascar (terra de outros bichos muito estranhos) e vivem em todo tipo de ambiente.

Eles são fisicamente muito semelhante a ratos, lontras e porcos-espinhos e, de fato, tomam banho de forma muito parecida com a nossa, mas não usam shampoo nem algum produto de higiene pessoal do tipo, como mostra o vídeo, pois tomam banho com areia.

√Č dif√≠cil identificar quem originalmente postou o conte√ļdo uma vez que o v√≠deo (e as rea√ß√Ķes a ele) vem sendo repostado por in√ļmeras contas h√° alguns dias. Mas, caso Aivelo esteja certo, √© prov√°vel que ele esteja sofrendo ‚Äď o que torna o v√≠deo bem menos fofo do que gostar√≠amos.

O v√≠deo lembra, inclusive, um outro caso envolvendo imagens de um cachorro muito fofo que ‚Äúdan√ßava‚ÄĚ funk junto de um menino:

Que gracinha o cachorro dançando junto com o dono, não?

Não. O cão na verdade possui cinomose, uma doença altamente contagiosa entre cães e que, em seu estágio mais avançado, acomete o sistema nervoso central do animal, fazendo com que ele ande de forma desorientada e tenha constantes tremores musculares.

A internet traz e a internet tira. Onde eu aperto para ficar só com a parte fofa disso tudo?

Fonte : GizModo / Uol

Coment√°rios