Ronda no Ferro Velho

657

Ultimamente muitos tem se queixado da diminuição das viaturas do Ronda nos Bairros em Manaus, mas poucos sabem os motivos. De acordo com reportagem divulgada no jornal Acrítica, mais de 30 viaturas do programa Ronda no Bairro estão “alargadas” debaixo de sol e chuva há meses em um terreno particular, no conjunto Shangrilá 4, no bairro Parque 10, na Zona Centro-Sul de Manaus. Enquanto isso, nas ruas da cidade, a população reclama da falta de policiamento.

viaturas do Ronda no Bairro são abandonadas em terreno na Zona Centro-Sul Foto: Clóvis Miranda
Viaturas do Ronda no Bairro são abandonadas em terreno na Zona Centro-Sul
Foto: Clóvis Miranda

No mês passado, A CRÍTICA mostrou que a falta de viaturas têm afetado o policiamento ostensivo dos Companhias Interativas Comunitárias (Cicom’s) na Zona Leste. O problema estaria sendo criado porque o contrato com a empresa que aluga os veículos – a Delta Construção – está encerrando. Com isso, as viaturas que seguem para a manutenção não retornam, o que pode ser um sinal de que o programa “respira por aparelhos”.

A reportagem teve acesso ao terreno, localizado na rua 6. O local possui muros altos e portões fechados, mas sem segurança. E basta olhar de algum ponto mais alto para ver as dezenas de viaturas sendo engolidas pelo matagal, que em algumas partes, chega a estar mais alto que os próprios veículos.

Para piorar a situação, parte da frota aparenta estar apta para ser utilizada, no entanto, a ação do tempo, e o excesso de sol e chuva deterioram os carros. Outros porém, estão completamente danificados.

Moradores que preferiram não ser identificados, reclamaram não só da falta de segurança no bairro, mas também dos focos de dengue que o acúmulo dos veículos podem trazer à comunidade.

Eles também relataram que o terreno pertence à oficina Bena Serviços, que presta serviços de manutenção à Delta, mas a empresa afirmou que os carros parados não estão mais sob a sua custódia.

A oficina afirmou ainda que parte desses veículos já passaram por manutenção e já poderiam estar circulando. A Delta Construção foi a principal vencedora da licitação para aluguel dos veículos para o programa Ronda no Bairro, em 2012. Os contratos conquistados pelas empreiteira somaram mais de R$ 143 milhões.

Prejuízos

Comerciante no bairro Shangrilá 4, no Parque 10, há anos, Ana Paula Thomas, 33, já sentiu na pele os prejuízos que a falta de policiamento podem trazer. Moradora da rua Alexandre Magno, a comerciante contou que na semana passada, o alvo dos bandidos foi o carro do esposo dela.

“Os bandidos levaram a placa e dois pneus do carro durante a madrugada. Se tivessem mais viaturas rodando, acredito que isso não teria acontecido”, disse ela. Há três meses, Ana Paula foi vítima de um outro assalto.

Um joga para outro

Em nota, a Secretaria Executiva Adjunta Programa do Ronda no Bairro (Searb) informou que o terreno citado pela reportagem pertence à empresa locatária (Delta) para manutenção e baixa de viaturas, mas durante o período em que a equipe esteve no local, nenhum profissional foi visto realizando reparos nos veículos.

A Searb também esclareceu que está em processo de contratação de uma nova empresa para a troca das viaturas para as Policias Civil e Militar, o que deve ocorrer já nos próximos meses, e reforçou que enquanto a substituição não é feita, a empresa atual continuará fornecendo o serviço.

Já a Delta informou que o problema das viaturas paradas devem ser respondidas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) e que a empresa ainda não possui uma data definida para prorrogar ou não o contrato de aluguel das viaturas com o Governo do Amazonas.

Fonte: ACrítica

Comentários

comentários

Loading...