Rua Pará pode levar mais tempo do que o previsto para ficar trafegável novamente

78

Na madrugada do último domingo (17), uma enorme cratera se formou na esquina da Rua Para com a Avenida Djalma Batista, no bairro Vieralves, zona centro-sul de Manaus.

Porém, conforme as os técnicos foram chegando para averiguar, se notou que ela é bem maior do que o anunciado nas primeiras horas da manhã de ontem.

Cratera na rua Pará, no bairro Vieralves / Foto : Divulgação
Cratera na rua Pará, no bairro Vieralves / Foto : Divulgação

Quando os engenheiros da secretaria de Infra Estrutura da Prefeita (Seminf) chegaram ao local com as máquinas retroescavadeiras, descobriram que o leito do esgoto havia rompido por completo, atingindo de um lado a outra da Rua Pará, Zona Centro Sul de Manaus.

Agora já são mais de 8×8 metros de largura e tende a aumentar, caso chova nas próximas horas. Nessa segunda (18), o trânsito na área estará totalmente comprometido, com esperados engarrafamentos gigantescos e muitos transtornos aos motoristas.

Os engenheiros da Seminf estão anunciado que entregam a obra pronta em uma semana, mas na opinião dos guardas do Manaustrans, que controlam o fluxo de veículo próximo à cratera, no mínimo, serão 15 dias podendo ser muito mais ainda.

A cratera só aumenta na esquina da Para com Djalma Batista – foto: Correio da Amazônia
A cratera só aumenta na esquina da Para com Djalma Batista – foto: Correio da Amazônia

Engenheiros da Seinfra dizem que entrega a obra pronta em uma semana, mas agentes de trânsito acreditam que no mínimo vai levar um mês.

De acordo com comentários deles, a obra da Avenida Loris Cordovil, bairro da Alvorada seria entregue em um mês e demorou 1 ano. A obra da avenida Nilton Lins que desabou a três meses, também não foi entregue pelo prefeitura até agora, além da obra de contenção do Igarapé do Franco, em frente à prefeitura, na Avenida Brasil, que já completa um ano de existência e muitos problemas de trânsito para a Zona Oeste de Manaus.
Fluxo de veículos nessa segunda feira (18), será bastante complicado.

O buraco da Rua Pará e bem mais profundo.  / Foto : Jussara Melo - No Amazonas é Assim
O buraco da Rua Pará e bem mais profundo. / Foto : Jussara Melo – No Amazonas é Assim

Para quem vai pela Rua Pará em direção à Maceió, terá que subir a Djalma Batista, retornar na mini-alça, na Avenida Boulevard Álvaro Maia, entra à direita na rua Rosa Cruz e retoma a Para, dois quarteirões acima, em frente à escola de enfermagem. O tumulto e engarrafamento será inevitável, antecipa um “marronzinho” da Manaustrans.

Conversamos na noite deste domingo com o Secretário da SEMINF, Marcos Rotta (PSDB), no qual assegurou que a Prefeitura assumiu a responsabilidade da obra, que é de responsabilidade da Manaus Ambiental e que a Prefeitura irá cobrar o valor do dinheiro público investido.

Confira a declaração do Marcos Rotta.

Comentários