Saiba a verdade sobre o caso da ‘catinga na prexeca’ que obrigou avi√£o a pousar

1972

De acordo com a not√≠cia publicada pelo portal GOSSIPIMILL, o piloto de uma aeronave teria sido “obrigado” a fazer um pouso de emerg√™ncia por raz√£o do forte odor oriundo da vagina de uma mulher.

Ainda segundo o GOSSIPIMILL, algumas pessoas que estavam no avi√£o come√ßaram a passar mal e vomitar por causa do fedor vindo da vagina de uma passageira, o que tornou toda uma situa√ß√£o constrangedora, “obrigando” o piloto a realizar um pouso de emerg√™ncia. O odor seria t√£o ruim que se assemelhava com o odor de uma pessoa morta.

A not√≠cia se espalhou rapidamente pela internet. No entanto a manchete chega a ser bizarra, pois sabe-se que normalmente os pousos de emerg√™ncias t√™m causas de problemas mec√Ęnicos.

Analisando-se os fatos, averiguou-se que a not√≠cia n√£o foi publicada mais em nenhum lugar da √Āfrica do Sul, e o portal¬†GOSSIPIMILL, possui um perfil bem sensacionalista, logo foram aparecendo outras evid√™ncias como a foto da suposta passageira respons√°vel pelo mau odor, que na verdade √© uma foto da lista dos presos mais bizarros.

Nesta caso, pode-se concluir ent√£o que esta not√≠cia n√£o se passa de mais uma ‘fake news’, e toda esta hist√≥ria era mais um boato da internet.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Coment√°rios