Saiba porque algumas vezes ficamos com a orelha quente

166

“Orelha quente e vermelha é sinal de que alguém está falando de mim”, crescemos ouvindo isso. Ainda tem a história de que quando a orelha que está vermelha e quente for a direita, é bom sinal e alguém está falando bem. Mas, se a orelha for a esquerda, é alguém falando mal.

Saiba porque algumas vezes ficamos com a orelha quente - Imagem: Divulgação
Saiba porque algumas vezes ficamos com a orelha quente – Imagem: Divulgação

Mas na biologia tudo tem uma razão de ser e deixando as crendices de lado, a verdade é que há sim um motivo biológico para que a orelha quente e vermelha. Na verdade, a explicação coerente para este fenômeno não é nada tão complicado de se entender.

Quando a orelha esquenta e fica vermelha sem qualquer razão física, como um tapa, por exemplo, tem a ver com a irrigação sanguínea no local, segundo afirma a dermatologista Dra. Elisa Kiszewski Bau, professora da UFCS de Porto Alegre, a região da orelha é repleta de micro vasos sanguíneos que estão naturalmente se dilatando. Isso permite, então, a maior passagem de sangue deixando a orelha quente e vermelha.

Essa dilatação acontece em toda parte do corpo, mas muitas vezes nem percebemos. Porém, na orelha é sempre bem evidente, pois a pele da região é fina e, geralmente, não há muita gordura entre a pele e a cartilagem. Assim, quando ocorre a vasodilatação, podemos rapidamente perceber, e até sentir a quentura.

Varia bastante de pessoa a pessoa, afirma a dermatologista, e que o estresse e o nervosismo estão entre os motivos mais fortes para ficar com a orelha vermelha. Afinal, uma reação emocional de raiva e pressão causam aceleramento cardíaco e descarga de adrenalina que é um hormônio vasodilatador. Sempre que isso acontece, umas das primeiras partes do corpo a receber uma carga extra de fluxo sanguíneo é justamente o rosto. Tudo isso contribui para a vermelhidão das orelhas.

No entanto, a dermatologista deixa claro que existem medicamentos que são vasodilatadores e também causam essa reação. Junto com eles, beber álcool, ter febre e enxaqueca também podem desencadear este fenômeno. Com isso, não precisa morder a alça do sutiã, porque orelha quente e vermelha nada tem a ver com fofoca do bem, nem do mal.

 

Comentários