Saiba porque Manaus √© o principal centro tur√≠stico, financeiro, corporativo, populacional e econ√īmico do norte do Brasil

818

O ponto de partida para conhecer a regi√£o pode ser a capital amazonense. Manaus conta com aeroporto moderno, reformado e ampliado para a Copa do Mundo de 2014, e com uma grande rede hoteleira. Alguns empreendimentos ficam no meio da selva.

Manaus vista aérea / Foto : Chico Batata
Manaus vista aérea / Foto : Chico Batata

A cidade tamb√©m possui diversos restaurantes onde figuram, com destaque, pratos preparados √† base de peixes amaz√īnicos como o tucunar√© e o pirarucu.

A capital do Amazonas, que completou 348 anos no dia 24 de outubro, √© a cidade mais populosa da regi√£o Norte, com 2,13 milh√Ķes de habitantes. A hist√≥ria da cidade come√ßa no ano de 1669 em um aldeamento ind√≠gena em torno da Fortaleza de S√£o Jos√© da Barra, constru√≠da para evitar o acesso dos holandeses e garantir o dom√≠nio da coroa portuguesa na regi√£o.

Este √© um prospecto (vista de frente) e, constitui-se no √ļnico registro visual conhecido, data de 7 de Dezembro de 1754, feito pelo engenheiro alem√£o Jo√£o Andr√© Schwebel, quando por aqui passou, fazendo parte da comitiva do governador e capit√£o-general Francisco Xavier de Mendon√ßa Furtado, vindos de Bel√©m em dire√ß√£o a Mariu√° (Barcelos) - o local foi onde teve inicio a cidade Manaus, mostra o forte e algumas casas de palha ao seu redor, al√©m de uma pequena igreja; com a seta da flexa para a direita (descida das √°guas) indicando que a cidade fica na margem esquerda do Rio Negro -, segundo os historiadores, ele recebeu v√°rias denomina√ß√Ķes, foi chamado de Forte de S√£o Jos√© da Barra do Rio Negro, Fortim de S√£o Jos√©, Forte do Rio Negro, Fortaleza de S√£o Jos√© do Rio Negro e Fortaleza do Rio Negro.
Este √© um prospecto (vista de frente) e, constitui-se no √ļnico registro visual conhecido, data de 7 de Dezembro de 1754, feito pelo engenheiro alem√£o Jo√£o Andr√© Schwebel, quando por aqui passou, fazendo parte da comitiva do governador e capit√£o-general Francisco Xavier de Mendon√ßa Furtado, vindos de Bel√©m em dire√ß√£o a Mariu√° (Barcelos) – o local foi onde teve inicio a cidade Manaus, mostra o forte e algumas casas de palha ao seu redor, al√©m de uma pequena igreja; com a seta da flexa para a direita (descida das √°guas) indicando que a cidade fica na margem esquerda do Rio Negro -, segundo os historiadores, ele recebeu v√°rias denomina√ß√Ķes, foi chamado de Forte de S√£o Jos√© da Barra do Rio Negro, Fortim de S√£o Jos√©, Forte do Rio Negro, Fortaleza de S√£o Jos√© do Rio Negro e Fortaleza do Rio Negro.

O nome da cidade prov√©m da tribo ind√≠gena dos mana√≥s e significa “M√£e dos Deuses”.

Em algumas comunidades ribeirinhas abertas ao turismo √© poss√≠vel vivenciar tradi√ß√Ķes ind√≠genas

Na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, por exemplo, existem seis comunidades que vivem em um santuário natural preservado e que abrem as portas para o visitante conhecer de perto as belezas locais.

Manaus est√° localizada no encontro das √°guas entre os rios Negro e Solim√Ķes

Esquadrilha da Fuma√ßa sobrevoando o Encontro das √Āguas
Esquadrilha da Fuma√ßa sobrevoando o Encontro das √Āguas

Um dos principais destaques s√£o o volume e a vaz√£o das √°guas dos dois rios no momento do encontro. A for√ßa e grandeza s√£o t√£o expressivos que, certamente, trata-se do maior encontro de √°guas do mundo, pois s√£o mais de 10 quil√īmetros de dist√Ęncia entre o ponto onde as √°guas se encontram at√© a dilui√ß√£o total entre elas. Os primeiros tr√™s quil√īmetros s√£o marcados por uma linha quase r√≠gida onde, √† margem direita est√£o as √°guas claras e barrentas do Solim√Ķes e √† esquerda, as escuras e transparentes do Rio Negro. Por seu valor paisag√≠stico, o Iphan considerou-o como patrim√īnio nacional.

Um dos atrativos naturais é a praia fluvial de Ponta Negra, às margens do rio Negro e que fica a 13 km do centro de Manaus.

Praia da Ponta Negra em Manaus / Foto : Divulgação
Praia da Ponta Negra em Manaus / Foto : Divulgação

No cal√ßad√£o √© poss√≠vel caminhar, praticar esportes, al√©m de aproveitar os diversos bares, restaurantes e lanchonetes e ver apresenta√ß√Ķes culturais no anfiteatro. O espa√ßo constru√≠do no in√≠cio da d√©cada de 1990 passou a ser o principal ponto de encontro e lazer dos manauaras. Com uma via de acesso, que √© fechada em dias de grandes eventos, a √°rea pode comportar at√© 81 mil pessoas. S√£o tr√™s mirantes com vista para o Rio Negro na Pra√ßa da Marinha, anfiteatro para 15 mil pessoas, pra√ßa com chafariz e espelho d‚Äô√°gua, estacionamento, banheiros, quadras poliesportivas, al√©m de um aterro que garante um trecho de praia durante todo o ano.

Durante a fase √°urea da borracha, entre 1879 e 1912, a cidade passou por um grande desenvolvimento econ√īmico, social e cultural que at√© hoje pode ser observado pelo seu patrim√īnio arquitet√īnico:

Teatro Amazonas

Constru√≠do em estilo ecl√©tico, foi inaugurado em 1896 e tombado pelo Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional. O Teatro Amazonas possui influ√™ncias neo-cl√°ssicas e greco-romanas, √© um dos s√≠mbolos da era de ouro da cultura da borracha e a casa oficial da Orquestra Sinf√īnica do Estado do Amazonas.

Teatro Amazonas / Foto : Divulgação
Teatro Amazonas / Foto : Divulgação

Mercado Municipal Adolpho Lisboa

Um dos mais importantes centros de comercializa√ß√£o de produtos regionais em Manaus, foi constru√≠do no per√≠odo √°ureo da borracha. Por ser um dos principais exemplares da arquitetura de ferro sem similar em todo mundo, foi tombado em 1¬ļ de julho de 1987 pelo Iphan.

Mercado Municipal Adolpho Lisboa / Foto : Divulgação
Mercado Municipal Adolpho Lisboa / Foto: Ant√īnio Campoy

Centro Cultural Usina Chaminé

A antiga estação de tratamento de esgoto construída em estilo clássico é hoje um dos mais importantes espaços culturais da cidade. O edifício, que também abriga a Pinacoteca do Estado, foi tombado como Monumento Histórico do Amazonas em 1988 e reformado em 1993.

Teatro Chaminé / Foto : Divulgação
Teatro Chaminé / Foto : Divulgação

Centro Cultural Pal√°cio Rio Negro

Antiga resid√™ncia de um dos bar√Ķes da cultura borracheira, sede do governo e resid√™ncia oficial do governador, √© um dos belos exemplares da arquitetura da Belle √Čpoque amazonense. Abriga o Centro Cultural, palco de diversas exposi√ß√Ķes, shows e mostras.

Centro Cultural Pal√°cio Rio Negro
Centro Cultural Pal√°cio Rio Negro / Foto : Roberta Soriano

Centro Cultural dos Povos da Amaz√īnia

O espa√ßo tem como foco a rela√ß√£o do homem amaz√īnico com o meio ambiente e como isso influencia a cultura local. Oferece uma das mais importantes cole√ß√Ķes etnogr√°ficas do Brasil, al√©m de documentos, exemplares de arte popular e uma biblioteca cujo foco √© a popula√ß√£o ind√≠gena e ribeirinha.

Centro Cultural Povos da Amaz√īnia
Centro Cultural Povos da Amaz√īnia / Foto : amazoniaemimagens.blgospot.com.br

Centro de Artesanato Branco e Silva

Concentra produtos regionais, de frutos a cestarias. A grande atração do lugar é a gastronomia local.

Centro de Artesanato Branco E Silva
Centro de Artesanato Branco E Silva

Catedral Metropolitana Senhora da Conceição

Construída em estilo grego e com materiais importados, a catedral é uma das igrejas mais conhecidas do Norte do País. Um museu com peças sacras e imagens também faz parte do edifício.

Catedral Metropolitana de Manaus Foto : M√°rcio Lav√īr
Catedral Metropolitana de Manaus
Foto : M√°rcio Lav√īr

Museu da Amaz√īnia

O Jardim Bot√Ęnico de Manaus est√° inserido na √°rea da Reserva Florestal Adolpho Ducke, um s√≠tio de 100 hectares de mata nativa na zona Leste de Manaus. Instalado no Jardim Bot√Ęnico desde 2009, o Museu da Amaz√īnia (Musa) √© um museu vivo, que convida o visitante a conhecer os resultados das pesquisas na reserva Ducke, reunidos em exposi√ß√Ķes tem√°ticas sobre antropologia dos povos ind√≠genas, plantas, musgos, peixes e r√£s. Oferece, ainda, passeio guiado em mais de 3 km de trilhas com √°rvores centen√°rias, viveiro de orqu√≠deas e brom√©lias e atividades de contempla√ß√£o da natureza.

Museu da Amaz√īnia libera acesso √† torre de observa√ß√£o Fotos: Vanessa Gama, Rubenaldo Ferreira e Lucas Reis
Museu da Amaz√īnia libera acesso √† torre de observa√ß√£o
Fotos: Vanessa Gama, Rubenaldo Ferreira e Lucas Reis
MUSA - Museu da Amaz√īnia / Foto : Divulga√ß√£o
MUSA – Museu da Amaz√īnia / Foto : Divulga√ß√£o

Bosque da Ciência

Lugar ideal para se conhecer melhor as esp√©cies vegetais e animais amaz√īnicos. O bosque fica na sede do Instituto Nacional de Pesquisas da Amaz√īnia (Inpa) e foi projetado para preservar parte da rica biodiversidade local.

Bosque da Ciência
Bosque da Ciência / Foto : Divulgação

E n√£o √© s√≥ Manaus… o turismo ecol√≥gico tem sido cada vez mais determinante para o desenvolvimento dos munic√≠pios amazonenses, a exemplo de Presidente Figueiredo e Anavilhanas, que contam com mais de 100 cachoeiras, grutas e corredeiras que possibilitam a pr√°tica de rafting, boia cross, tirolesa, entres outros esportes.

As belezas do Amazonas / Foto : Divulgação
Parque Nacional de Anavilhanas, um arquipélago com cerca de 400 ilhas

Para os praticantes do ecoturismo, poucos destinos s√£o t√£o encantadores. Para os demais tamb√©m…

Coment√°rios