Saiba tudo sobre o Forte de São José da Barra do Rio Negro

2172

Este √© um prospecto (vista de frente) e, constitui-se no √ļnico registro visual conhecido, data de 7 de Dezembro de 1754, feito pelo engenheiro alem√£o Jo√£o Andr√© Schwebel, quando por aqui passou, fazendo parte da comitiva do governador e capit√£o-general Francisco Xavier de Mendon√ßa Furtado, vindos de Bel√©m em dire√ß√£o a Mariu√° (Barcelos) – o local foi onde teve inicio a cidade Manaus, mostra o forte e algumas casas de palha ao seu redor, al√©m de uma pequena igreja; com a seta da flexa para a direita (descida das √°guas) indicando que a cidade fica na margem esquerda do Rio Negro -, segundo os historiadores, ele recebeu v√°rias denomina√ß√Ķes, foi chamado de Forte de S√£o Jos√© da Barra do Rio Negro, Fortim de S√£o Jos√©, Forte do Rio Negro, Fortaleza de S√£o Jos√© do Rio Negro e Fortaleza do Rio Negro.

O Sargento-Mor Pedro da Costa Favela, um temido matador de √≠ndios, fez v√°rias viagens pelo Rio Negro, chegando at√© o a aldeia dos Tarum√£s – relatou a suas viagens ao governador do Maranh√£o e Gr√£o-Par√°, o Albuquerque Coelho de Carvalho ‚Äď este ficou sensibilizado com os seus argumentos: era preciso controlar o movimento da m√£o-de-obra escrava (√≠ndios) e das drogas do sert√£o, atentar para os holandeses que estavam confinados em Suriname (ex-Guiana Holandesa), com os quais os √≠ndios do Rio Negro mantinham um relacionamento amistoso.

Os estudiosos afirmam que a data da sua construção foi em 1669, a obra foi erguida pelo capitão maranhense Francisco da Mota Falcão, com a sua morte, a empreitada foi concluída pelo seu filho Manuel da Mota Siqueira, em 1697 Рo local escolhido foi na margem esquerda do Rio Negro e a sete milhas da sua foz, num local aprazível, numa elevação a 44,9 metros do nível do mar.

A planta do forte era no formato de um pol√≠gono quadrangular (figura que determina a forma geral de uma pra√ßa de guerra), sem fosso, estava artilhado com quatro pe√ßas de calibres 3 e 1, contando com uma guarni√ß√£o de 270 homens, tendo como primeiro comandante o Capit√£o √āngelo de Barros – era muito pequeno e, segundo alguns, n√£o merecia o nome pomposo de fortaleza.

Foi desarmado em 1783, perdeu import√Ęncia t√°tica e, em 1823 (154 anos depois), o vig√°rio-geral Jos√© Maria Coelho descreveu a fortaleza como um quadrado quase perfeito, com paredes bastante grossas e de altura equivalente a dois homens, estava destitu√≠da de artilharia e tinha apenas duas pe√ßas de bronze e ferro.

No ano de 1875 foi abandonado, virou ru√≠nas dizem que parte do material foi destinado para a constru√ß√£o do Pal√°cio do Governo (atual Pa√ßo da Liberdade, na Pra√ßa D. Pedro II), no seu lugar, foi constru√≠do o edif√≠cio da Tesouraria da Fazenda, o pr√©dio permanece intacto at√© os dias de hoje, est√° sendo reformado para abrigar a “Casa de Leitura Thiago de Melo”.

Recentemente, foram feitas escava√ß√Ķes no local chamado ‚ÄúCasas da Boothline‚ÄĚ, comenta-se que apareceram vest√≠gios do forte e, que o IPHAN junto com outros √≥rg√£os federais, conseguiram embargar a obra, mandaram aterrar para evitar a presen√ßa de curiosos e depreda√ß√Ķes do que restou da nossa mem√≥ria.

Com a revitaliza√ß√£o daquele local, espera-se que parte do forte seja mostrado ao p√ļblico (caso exista, realmente), afinal, naquela √°rea √© o ber√ßo da cidade de Manaus. √Č isso.

Este √© um prospecto (vista de frente) e, constitui-se no √ļnico registro visual conhecido, data de 7 de Dezembro de 1754, feito pelo engenheiro alem√£o Jo√£o Andr√© Schwebel, quando por aqui passou, fazendo parte da comitiva do governador e capit√£o-general Francisco Xavier de Mendon√ßa Furtado, vindos de Bel√©m em dire√ß√£o a Mariu√° (Barcelos) - o local foi onde teve inicio a cidade Manaus, mostra o forte e algumas casas de palha ao seu redor, al√©m de uma pequena igreja; com a seta da flexa para a direita (descida das √°guas) indicando que a cidade fica na margem esquerda do Rio Negro -, segundo os historiadores, ele recebeu v√°rias denomina√ß√Ķes, foi chamado de Forte de S√£o Jos√© da Barra do Rio Negro, Fortim de S√£o Jos√©, Forte do Rio Negro, Fortaleza de S√£o Jos√© do Rio Negro e Fortaleza do Rio Negro.
FORTE DE S√ÉO JOS√Č DA BARRA DO RIO NEGRO

Fonte : Blog do Rocha

Coment√°rios

Receba nossas atualizações no seu e-mail: