Secretário de Turismo diz que a cultura tefeense estava adormecida e estão conseguindo fazer esse regaste em grande estilo

64

Durante os dias 18, 19 e 20 de agosto, a Praça Remanso do Boto, em Tefé, foi palco do 47º Festival Folclórico de Tefé, e a equipe do No Amazonas é Assim foi a responsável pela cobertura oficial do evento, à convite do Secretário Municipal de Turismo, Comércio e Indústria, Christophan Mota.

Confira entrevista exclusiva concedida pelo secretário ao Portal No Amazonas é Assim:

Redação: Christophan, você poderia nos contar um pouco sobre qual a importância desse resgate cultural de Tefé para a cidade em si?

Loading...

Christophan Mota: Marcus, primeiramente agradeço o convite, e gostaria de dizer à todos os leitores do seu portal que a cultura tefeense estava adormecida há 5 anos, o povo estava desacreditado com a iniciativa pública para fazer acontecer o retorno da cultura, da expressão cultural da cidade! É extremamente emocionante ver a população tefeense participar do Festival Folclórico e se emocionar novamente com as expressões culturais que permeiam a nossa cidade. O povo sem cultura é um povo de identidade, nós conseguimos fazer esse regaste em grande estilo. A satisfação dos presentes e nas redes sociais é notória. Sem dúvida esse resgate cultural faz com que tanto a cidade quanto o povo tefeense ganhem muito.

Redação: Sobre o 47º Festival Folclórico de Tefé, você avalia que ocorreram mais erros ou mais acertos e qual empresa foi contratada para a organização do evento?

Christophan Mota: Com certeza houve muito mais acertos ! A margem de erro foi quase zero! Nós tivemos uma preocupação enorme de desenhar o evento e chamar os especialistas para serem analisados todos os aspectos e setores desse evento para que tudo ocorresse bem! Tenho certeza que o Festival Folclórico fez brilhar os olhos de todos os presentes.

Nós não contratamos nenhuma empresa para realizar a organização do 47º Festival Folclórico de Tefé. Para nós foi um grande desafio e creio que foi cumprido com louvor. A organização do Festival contou com a participação de todos os servidores contratados e concursados. Nos foi dado a oportunidade de mostrar que podemos e fazemos um trabalho do mesmo nível que uma empresa de eventos. Isso só foi possível devido a equipe ser composta de profissionais da área como turismólogos, técnicos em eventos, cerimonialistas, técnicos em logística , e outros de renome regional quando se fala em ornamentação em eventos!

Foi mostrado que para se fazer um evento de alto padrão não é preciso de investimento exorbitantes e sim de boa vontade, e o olhar técnico e profissional para que tudo ocorra bem! Se você faz o que gosta não é trabalho, é diversão! E como nós amamos o que fazemos e amamos Tefé , todo o processo do Festival fluiu de forma perfeita!

Redação: Sobre a segurança e a infraestrutura, você acredita que foi suficiente para a demanda da população? Ocorreu quantos sinistros oficialmente durante as 21 horas de evento folclórico?

Christophan Mota: Sobre a infraestrutura para a população, organizamos duas arquibancadas que comportavam 3 mil pessoas e montamos também uma área dentro da arena para as prioridades (idosos, gestantes , deficientes e pessoas de mobilidade reduzida). Também tínhamos a disposição da população 20 banheiros químicos, posto médico, posto policial, espaço gastronômico e um espaço do artesanato para a geração de renda dos tefeenses.

Para as apresentações folclóricas, reservamos um espaço grande, com proteção feita por gradil, sendo assim bem seguro e contamos ainda com iluminação de ponta e som adequado. Algumas agremiações folclóricas até mesmo cantaram ao vivo!

A estrutura no geral foi muito boa! Em relação às ocorrências, foram consideradas baixas, apenas 3 incidentes durante todo o Festival!

Redação: Qual a expectativa para a Festa da Castanha de 2017?

Christophan Mota: Nossa expectativa para com a festa da Castanha é a melhores possíveis. Essa semana, após o término do Festival Folclórico, nós já estamos em busca de parcerias para apresentarmos um novo formato de Festa da Castanha! Um formato de alto padrão porém com baixo custo!

A festa da Castanha tem que ser valorizado o produto que se festeja , que é a Castanha, nisso vamos fazer atividades que incluem desde rodada de negócios e workshops até as apresentações musicais!

A festa será próxima a um feriado prolongado, logo nossa expectativa para com o fluxo de turistas é bastante alta.

Redação:  Faça um convite para quem ainda não conhece a cidade de Tefé, que visite Tefé!

Christophan Mota: Para você que ainda não conhece Tefé, o Coração da Amazônia, venha conhecer nossa cidade que é portão de entrada para a reserva de desenvolvimento sustentável Mamirauá, que é patrimônio natural tombado pela UNESCO, onde se localiza pousadas comunitárias, como a Pousada Uacari que é pioneira no Brasil em ecoturismo! Além disso nossas praias, nosso encontro das águas e o sorriso acolhedor de nosso caboclo Tefeense lhe aguarda !

Quem come da nossa Castanha, da nossa farinha e do nosso jaraqui, jamais sai daqui!

Secretário Municipal de Turismo, Comércio e Indústria, Christophan Mota e a equipe do No Amazonas é Assim / Divulgação
Secretário Municipal de Turismo, Comércio e Indústria, Christophan Mota e a equipe do No Amazonas é Assim / Divulgação

Comentários

comentários