Home Notícias Manaus Secretário sugere que crise nos hospitais de Manaus é sabotagem

Secretário sugere que crise nos hospitais de Manaus é sabotagem

2 min - tempo de leitura
46

Na manhã desta sexta-feira, (8/01),o secretário de Estado de Saúde, Pedro Elias, concedeu entrevista ao programa Bom Dia Amazônia, da TV Amazonas.
O intuito era falar sobre as denuncias da precariedade nos hospitais da capital, na ocasião o secretario desmentiu as afirmações dos profissionais da saúde, quanto a a dificuldade no atendimento pela falta de equipamentos e insumos.

Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação

Pedro Elias, insinuou que houve sabotagem no sistema de saúde do Amazonas, quando foi questionado sobre as cirurgias no Hospital Adriano Jorge, suspensas no fim do ano passado e que voltaram ao normal somente nesta, nesta quinta-feira, dia 7/01, segundo informações do secretário.

O secretário disse ainda que existem 4 aparelhos de anestesia funcionando, e os cinco que deram problema, estranhamente, ao mesmo tempo estão em manutenção.
As suspeitas levantadas por ele estão relacionadas com o atrasos de pagamentos que o Estado tem com prestadores de serviços dos hospitais, que, entre outras coisas, atrasaram também o pagamento da produção dos médicos contratados por cooperativas.

Quando questionado sobre o tomógrafo do Hospital Francisca Mendes, o secretario falou:  “O que está com problema na Fundação Francisca Mendes é a ressonância nuclear magnética. Não vamos confundir as coisas… Ressonância serve para uma coisa, tomografia serve para outra. Obviamente, o tomógrafo está funcionando e nós estamos falando aqui de tomógrafo, até onde me consta”.

O secretário disse que nem ele nem o Estado eram irresponsáveis quanto problemas na saúde do Amazonas. Confira o vídeo da entrevista:

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Manaus

6 Comentários

  1. Georges F. Costa

    9 de janeiro de 2016 at 13:29

    Esse secretario diz o que o governador manda ele falar. Agora quando chamarao os concursados da susam de 2014 ou irao esperar quase 11 anos com os de 2005, isso por foi ordenado pela justiça!!!!!

  2. Maurubi Abreu

    9 de janeiro de 2016 at 17:46

    Vamos respeitar! !!
    Esse pau mandado
    Diz a verdade rapa

  3. Lucenilda Figueiredo

    9 de janeiro de 2016 at 19:14

    Secretário vai em um posto de saúde pegar uma ficha para uma consulta para um clínico geral ou vai marcar um exame pois eu estou há quatro meses com uma solicitação para fazer um exame da tireoide para fazer uma biopsia e até hoje nada e isso é porque eu estou na fila de espera de prioridade

  4. Marco Aurelio Puchi

    10 de janeiro de 2016 at 01:36

    os medicos tem muito poder como poder ver nos orgaos internos do paciente? que nao precissan de equipamentos para diagnosticar, entao para que gastar tanto dinheiro em consertar aqueles equipamentos

  5. Maria Salve Anjos da Costa

    10 de janeiro de 2016 at 20:31

    Esse secretário é uma figura impar… Será que ele alguma vez foi a algum hospital ou pronto socorro? Será que ele conhece e sabe como está a situação do fcecom??? Se ele quizer saber eu conto pra ele porque eu acompanho paciente em quimioterapia lá. Inclusive estou a disposição da imprensa para falar tudo que sei

  6. Maria Salve Anjos da Costa

    10 de janeiro de 2016 at 20:37

    Quem aceitaria fazer uma cirurgia simplesmente porque o medico especialista fez um exame clinico atraves das mãos?!?!?!?
    Super homem com sua visao de raio x perde longe…

Deixe uma resposta

Leia Também

Pai que arremessou filha de 4 meses no chão é preso no Amazonas

A polícia prendeu um homem de 24 anos foi preso suspeito de tentar matar a filha de quatro…