Inicial Notícias Manaus Segundo pesquisa, de 7 bancas do T5, 6 estão infectadas com coliformes fecais

Segundo pesquisa, de 7 bancas do T5, 6 estão infectadas com coliformes fecais

Uma pesquisa pra lá de reveladora, realizada pela nutricionista Noemi Tamborine, revelou que de sete bancas de churrasco no Terminal 5 de Manaus, seis estão infectadas com coliformes fecais. Bactérias encontradas nas fezes humanas e de animais.

A nutricionista conta que fez a análise de micro-organismos relacionados a coliformes totais e fecais nas sete bancas que coletou as amostras. Para encontrar os resultados, a profissional levou em conta as barracas de churrasco do Terminal 5, localizado na avenida Cosme Ferreira, bairro São José Operário, Zona leste de Manaus.

A nutricionista Adelaide Araújo, não envolvida com a pesquisa, explica que, com o alimento exposto, eles ficam suscetíveis as bactérias em fezes secas de pombo, por exemplo, que viajam por meio da poeira. Atualmente no Terminal 5 atuam 107 ambulantes cadastrados junto à Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc). Os dados são do próprio órgão.

O infectologista do Laboratório Sabin de Análises Clínicas Marcelo Cordeiro afirma que, normalmente, os alimentos vendidos no comércio informal não sofrem inspeções dos órgãos de fiscalização e que por isso, os riscos de contaminação são maiores. Ele informa que as Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) são aquelas causadas pela ingestão de alimentos e/ou água contaminados.

De acordo com o especialista, existem centenas de tipos de DTA, mas as mais frequentes são as causadas por bactérias, como salmonelas e coliformes fecais, além de vírus, como rotavírus e norovírus. “Os principais sintomas de uma DTA são náusea, vômito e diarreia, mas podem também surgir dores abdominais e febre”, explica Cordeiro.

Terminal 5 / Foto : Divulgação
Terminal 5 / Foto : Divulgação

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas
Comentários estão fechados.