Sem foro, esses senadores perderiam prerrogativa de serem julgados somente no Supremo e poderiam passar para a esfera do juiz Sérgio Moro

151

Vinte e tr√™s senadores alvos da Opera√ß√£o Lava Jato ‚Äď ou de desdobramentos da investiga√ß√£o ‚Äď ficar√£o sem o chamado foro privilegiado se n√£o se elegerem em 2018.

O n√ļmero de parlamentares nessas condi√ß√Ķes √© quase metade dos 54 senadores cujos mandatos terminam neste ano.

O foro por prerrogativa de fun√ß√£o, o chamado “foro privilegiado”, √© o direito que t√™m, entre outras autoridades, presidente, ministros, senadores e deputados federais de serem julgados somente pelo Supremo.

Sem isso, os senadores passariam a responder judicialmente a inst√Ęncias inferiores. Como alguns s√£o alvos da Lava Jato, poderiam ser julgados pelo juiz S√©rgio Moro, respons√°vel pela opera√ß√£o em Curitiba.

Nas elei√ß√Ķes gerais de outubro, dois ter√ßos (54) das 81 cadeiras do Senado ser√£o disputadas pelos candidatos. Os mandatos de senadores s√£o de oito anos ‚Äď para os demais parlamentares, s√£o quatro.

A cada eleição, uma parcela do Senado é renovada. Em 2014, houve a renovação de um terço das vagas (27). Cada unidade federativa elegeu um senador.

Neste ano, duas das três cadeiras de cada estado e do Distrito Federal terão ocupantes novos ou reeleitos.

SENADORES INVESTIGADOS NA LAVA JATO QUE PODEM PERDER O FORO EM 2019

  • A√©cio Neves (PSDB-MG)
  • Aloysio Nunes (PSDB-SP)
  • Benedito de Lira (PP-AL)
  • C√°ssio Cunha Lima (PSDB-PB)
  • Ciro Nogueira (PP-PI)
  • Dalirio Beber (PSDB-SC)
  • Edison Lob√£o (PMDB-MA)
  • Eduardo Braga (PMDB-AM)
  • Eun√≠cio Oliveira (PMDB-CE)
  • Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN)
  • Gleisi Hoffmann (PT-PR)
  • Humberto Costa (PT-PE)
  • Ivo Cassol (PP-RO)
  • Jader Barbalho (PMDB-PA)
  • Jorge Viana (PT-AC)
  • Jos√© Agripino Maia (DEM-RN)
  • L√≠dice da Mata (PSB-BA)
  • Lindbergh Farias (PT-RJ)
  • Renan Calheiros (PMDB-AL)
  • Ricardo Ferra√ßo (PSDB-ES)
  • Romero Juc√° (PMDB-RR)
  • Valdir Raupp (PMDB-RO)
  • Vanessa Grazziotin (PC do B-AM)
Sem foro, esses senadores perderiam prerrogativa de serem julgados somente no Supremo e poderiam passar para a esfera do juiz S√©rgio Moro, respons√°vel pela Lava Jato na primeira inst√Ęncia.
Sem foro, esses senadores perderiam prerrogativa de serem julgados somente no Supremo e poderiam passar para a esfera do juiz S√©rgio Moro, respons√°vel pela Lava Jato na primeira inst√Ęncia.

Coment√°rios