Sérgio Moro tem celular invadido e hacker usa aplicativos e troca mensagens por seis horas

218

Na √ļltima ter√ßa-feira (4/6) o celular do ministro da Justi√ßa e Seguran√ßa P√ļblica, Sergio Moro, foi invadido por um hacker. De acordo com a assessoria de imprensa de Moro, ele percebeu que havia algo errado por volta das 18h, quando recebeu uma liga√ß√£o de seu pr√≥prio n√ļmero. Ele atendeu ao telefonema, mas ningu√©m respondeu do outro lado da linha.

Sérgio Moro tem celular invadido e hacker usa aplicativos e troca mensagens por seis horas РImagem: Divulgação

A invasão ocorreu por meio do aplicativo de troca de mensagens Telegram e durou até aproximadamente a 1h desta quarta-feira (5/6). Ainda de acordo com assessoria, o ministro cancelou a linha de telefone invadida e acionou a Polícia Federal, que está sob suas ordens no ministério, para investigar o caso.

Esta n√£o √© a primeira vez que um integrante do governo tem problemas do g√™nero. Em mar√ßo de 2018, os n√ļmeros dos celulares dos ent√£o ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, da Secretaria de Governo, Carlos Marun, e do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, estavam entre os que foram clonados por criminosos que pediam dep√≥sitos em dinheiro em uma conta banc√°ria do Banco do Brasil no Maranh√£o. Em julho do ano passado, dois suspeitos foram presos pela PF no caso.

Coment√°rios