Só 5 deputados assinam por abertura de CPI da Seinfra

1

O deputado José Ricardo Wendling (PT), juntamente com os parlamentares Luiz Castro (REDE), Alessandra Campêlo (PCdoB), Vicente Lopes e Wanderley Dallas, ambos do PMDB, buscam mais três assinaturas para protocolar requerimento para instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) para investigar as denúncias feitas pelo ex-secretário de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Gilberto de Deus, de que há um esquema de fraudes nos pagamentos de projetos, contratos entre a secretaria de e empresas para realização de obras no Amazonas.

Imagem: Amazonas Atual
Imagem: Amazonas Atual

Nenhum deputado da base que apoia o governador aderiu a abertura da CPI. O deputado José Ricardo disse que conversou com cinco deputados: Adjunto Afonso (PP), Dermilson Chagas (PTB), Serafim Corrêa (PSB), Carlos Alberto Almeida (PRB) e Francisco Souza (PSC). Infelizmente os 3 primeiros deputados afirmaram que não irão assinar o pedido da CPI.

Loading...

O vice-líder do Governo, na Assembleia Legislativa (ALE-AM), Sabá Reis,  garantiu que não apoiará CPI. Disse ainda, que o ex secretario Gilberto Alves de Deus tentou criar fatos políticos com sua exoneração do cargo, e o acusou de ter cometido irregularidades semelhantes.

O documento precisa da assinatura de um terço dos deputados para ser aceito na Casa. Eles também apresentaram dois requerimentos, um para a Mesa Diretora da Aleam e outro para a Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa, convocando o ex-secretário da Seinfra a prestar esclarecimentos sobre essas denúncias aos deputados.

José Ricardo, que já havia denunciado irregularidades em outras obras, como nas mais de 50 escolas da Seduc no interior do Estado, que teriam sido pagas e não realizadas, também ingressará no Tribunal de Contas do Estado (TCE) e no Ministério Público do Estado (MPE) pedindo investigação em mais esses casos de corrupção.

 

 

Comentários

comentários