Home Notícias Internacional “Somos os sonhos mais ferozes dos nossos antepassados”. Foto está girando o mundo

“Somos os sonhos mais ferozes dos nossos antepassados”. Foto está girando o mundo

3 min - tempo de leitura
209

Uma foto muito emblemática está girando o mundo. Nela, um grupo de estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade de Tulane, nos EUA, aparece de punho erguido em uma antiga fazenda de escravos. A foto, com uma legenda poderosa, ilustra a “resiliência ancestral” e todas as dificuldades raciais que os negros americanos tiveram que por anos lutar para conquistar seus direitos e espaços.

A ideia da foto na frente partiu de Russell Ledet, que reuniu os colegas para o clique em que todos eles aparecem usando jalecos brancos. Antes era uma fazenda de escravos, hoje em dia, o local hospeda um museu sobre a história da escravidão nos Estados Unidos.

“Somos os sonhos mais ferozes dos nossos antepassados”, escreveu a estudante Sydney Labat. “Como médicos em treinamento, estávamos nos degraus do que antes era o local de escravos para nossos ancestrais. Essa foi uma experiência tão poderosa e me levou às lágrimas. Para os negros que seguem uma carreira na medicina, continuem. Para toda a nossa comunidade, continuem se esforçando. A resiliência está no nosso DNA”.

“Minha filha de 8 anos disse: ‘Pai, significa muito ser um médico negro na América. Se você pensa sobre onde começamos … chegamos longe ”, explica ele. “Eu estava tipo ‘Você está certa, acho que mais de nós devemos ver isso”, disse ele à People.

Dessa forma, Russell propôs a ideia aos colegas, destacando como a imagem poderosa ilustraria “a conexão entre o passado e o presente da América”, além de promover a união entre os alunos, enquanto eles seguiam uma carreira que, segundo ele, carece de diversidade.

“Para nós, a luta na faculdade de medicina é real”, disse. “Todos nós seremos médicos, mas, além disso, todos nós seremos médicos negros”.

Estudantes negros de medicina posam para foto em antiga fazenda de escravos. / Foto : Reprodução Instagram
Estudantes negros de medicina posam para foto em antiga fazenda de escravos. / Foto : Reprodução Instagram

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Internacional

Deixe uma resposta

Leia Também

Passeata de Nicson Marreira em Tefé foi um circo do horror protagonizado por 5 mil pessoas entre elas, muitas crianças

No sábado (24), a cidade de Tefé, distante 523km de Manaus, testemunhou um verdadeiro circ…