Home Notícias Amazonas Tenente Coronel Kledemir fala de segurança e suposto “ataque terrorista” na XVII Festa da Castanha em Tefé

Tenente Coronel Kledemir fala de segurança e suposto “ataque terrorista” na XVII Festa da Castanha em Tefé

2 min - tempo de leitura
7

Um grande esquema de segurança foi montado para XVII Festa da Castanha que aconteceu nos dias 17,18 e 19 de novembro na cidade de Tefe, distante 575 km de Manaus.

Nossa equipe conversou com o responsável pela operação de segurança, o Tenente Coronel Kledemir, que contou de uma ação conjunta da tropa do 3º Batalhão da cidade de Tefé, Militares do Batalhão de Choque de Manaus, Polícia Cívil e o 16º Batalhão de Tefé.

Tenente Coronel Kledemir destacou que a ronda ostensiva da Tropa de Choque, inibiu a ação de meliantes já conhecidos na cidade, e que durante o evento não houveram registros de delitos que viessem a comprometer o brilho da festa.

Ameaça de ataque Terrorista na XVII Festa da Castanha em Tefé 

Segundo o Tenente Coronel, ameaças terrroristas são comuns em festas de cidades do interior do Amazonas semelhantes a Tefé. O objetivo dessas informações é causar o pânico e o terror na população e assim as pessoas fiquem com medo das facções criminosas.

” Nós não temos medo deles não, nós vamos pra cima mesmo, pelo contrário, o que eles falaram por aí, nós fomos pra cima e não tem nada, disseram que iam rebelar presídio, e nós já entramos no presídio mais de seis vezes e está tudo tranquilo, tudo normal. Disseram que iria ter atirador pra atirar contra a massa, atingir o prefeito, e nada disso aconteceu, porque nossa ostensividade alcançou o objetivo.” declarou Tenente Coronel Kledemir.

A presença do grande efetivo militar presente na cidade foi aprovada e elogiada por toda a população.

O prefeito de Tefé Normando Bessa na ocasião declarou que como gestor deve dar continuidade a ação integrada e parabenizou o trabalho das corporações na cidade.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Bolsonaro afirma que pagou auxilio de R$ 5.400 para brasileiros e que culpados por queimada são índios e caboclos

Nesta terça-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro disse na Assembleia das Nações Unidas …