Home Notícias Polícia Traficante foi executado com 40 tiros no bairro Coroado enquanto entregava marmita, em Manaus

Traficante foi executado com 40 tiros no bairro Coroado enquanto entregava marmita, em Manaus

4 min - tempo de leitura
37

O autônomo Wesley Evangelista Rego, de 24 anos, foi assassinado com ao menos 40 disparos de pistola na noite dessa terça-feira (20), em Manaus, na rua Tucanos, bairro Coroado, Zona Leste da capital, em frente ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio.

Segundo o pai de Wesley, o motorista Élcio Campos Rego, de 45 anos, o filho havia montado uma distribuidora de gás e água para trabalhar há cerca de 6 meses e, há aproximadamente 5 semanas, teria começado a fornecer marmitas por encomenda.

“Meu filho está com a esposa grávida de 7 meses e passou a trabalhar como autônomo para sustentar a família dele. Ele saiu para fazer as entregas no meu carro, um Voyage, de cor prata e placas NOJ-5321. Os assassinos estavam em um veículo do mesmo modelo, na cor branca. Eles mataram meu filho e levaram os dois celulares dele”, disse o pai, inconformado com a perda do único filho homem.

Wesley Evangelista / Foto: Reprodução/Facebook
Wesley Evangelista / Foto: Reprodução/Facebook

De acordo com os relatos da polícia, um vigilante presenciou o crime, ele viu quando três homens atravessaram o veículo deles na frente do carro da vítima. Eles saíram do automóvel apontando a arma na direção de Wesley, que, intimidado, saiu do próprio carro implorando pela vida. O trio de pistoleiros disparou brutalmente contra Wesley. Os criminosos embarcaram no veículo deles e fugiram.

O próprio pai de Wesley relatou que o filho já havia sido indiciado por tráfico de drogas em 2016, mas que foi liberado para responder pelo crime em liberdade. “Meu filho não era traficante, era um trabalhador. Alguém armou pra ele, por isso ele foi apanhado com as drogas, mas eu garanto que, em casa, meu filho jamais apareceu com drogas ou coisa parecida”, disse Élcio Campos.

Élcio Campos também informou desconhecer qualquer ameaça de morte contra o filho dele, disse que quer justiça e que acredita na ação da polícia. “Eu vou acompanhar esse caso, meu filho era um ótimo rapaz, meu único filho homem. Não vou descansar até que os assassinos sejam presos”, desabafou.

O corpo de Wesley foi removido do local pelo Instituto Médico Legal (IML) e entregue aos familiares para o sepultamento. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) irá investigar o caso, mas adiantou que o crime tem características de acertos de contas por tráfico de drogas.

Wesley Evangelista, de 24 anos, já havia sido indiciado por tráfico de drogas em 2016, mas foi liberado para responder em liberdade
Wesley Evangelista, de 24 anos, já havia sido indiciado por tráfico de drogas em 2016, mas foi liberado para responder em liberdade

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Aleam antecipa pauta da próxima semana com oito Projetos de Lei e cinco vetos do governo

  A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai colocar em votação, na próxima sem…