TRE tem 12h para se justificar a ministro conduta pró-Artur das juízas da propaganda

10

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) tem 12 horas para atender pedido do ministro Herman Benjamin, corregedor-geral de Justiça Eleitoral, quer pediu informações obre a conduta das juízas da propaganda, Careen Aguiar Fernandes e Lídia de Abreu Carvalho Frota. As juízas foram denunciadas pelo candidato Marcelo Ramos por estarem agindo de forma parcial e favorecendo a candidatura do prefeito Artur Neto. O ministro quer saber quais as providências tomadas pela corte regional contra as práticas denunciadas.

Em despacho assinado às 20h de ontem, Benjamin lembra que é dever da Corregedoria “verificar erros, abusos ou irregularidades que devam ser corrigidos e sanados” e determina que o TRE-AM seja comunicado imediatamente sobre o pedido de informações e as apresente em no máximo 12 horas.

Loading...

A coligação “Mudança para Transformar”, de Marcelo Ramos, denunciou no início da semana ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as juízas da propaganda, Careen Aguiar Fernandes e Lídia Frota. Na denúncia o candidato pede o afastamento das magistradas por parcialidade em seus julgamentos a favor de seu adversário na disputa deste ano, Artur Neto.

Segundo Ramos, a exemplo do que fizeram no primeiro turno, as juízas estão segurando as decisões contra Artur e liberando decisões em seu favor causando “prejuízo ao equilíbrio da disputa”. Marcelo afirma que as juízas estão deliberadamente agindo em favor do prefeito e pede que o TSE afaste as duas.

TRE tem12h para se justificar a ministro conduta pró-Artur das juízas da propaganda / Divulgação
TRE tem12h para se justificar a ministro conduta pró-Artur das juízas da propaganda / Divulgação

Com informações da assessoria

Comentários

comentários