Troca de tiros entre “Piratas do rio” e polícia deixa um suspeito morto

60

Na noite do último domingo (21/1) no município de Maraã, distante 615 km de Manaus, um grupo de supostos “piratas de rio” (atuante no tráfico de drogas no Amazonas) trocou tiros com policiais militares.

Troca de tiros entre "Piratas do rio" e polícia deixa um suspeito morto - Imagem: Aguilar Abecassis / Secom
Troca de tiros entre “Piratas do rio” e polícia deixa um suspeito morto – Imagem: Aguilar Abecassis / Secom

Durante o confronto um dos suspeitos morreu. Para evitar que a delegacia seja invadida por familiares dos presos, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) enviou reforço policial para o local.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança, a equipe do 3º Batalhão da Polícia Militar da cidade estava cumprindo mandados de prisão contra cinco homens envolvidos em diversos crimes e durante o cumprimento do mandados, houve troca de tiros com a polícia e Francisco Raliton da Costa não resistiu e morreu.

A polícia apreendeu no local: revólver calibre 38 com quatro munições deflagradas e uma batida.

Os cinco presos são apontados por envolvimento com o tráfico de drogas, porte ilegal de armas, associação criminosa, sequestro, cárcere privado, tortura, ameaça e lesão corporal. Eles são suspeitos de integrar quadrilha de piratas que atua na calha do Médio Solimões.

Na manhã desta segunda-feira (22/1), dez policiais do município de Tefé chegaram à cidade para apoiar a equipe de policiais locais. Por volta das 11h, uma equipe de policiais civis do Grupo Fera também foi enviada para Maraã.

Comentários