TSE reverteu o indeferimento e prefeito de Apuí, Roque Longo, permanecerá no cargo

26

Nesta quarta-feira (12/7) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reverteu o indeferimento da candidatura de Antônio Roque Longo (DEM), prefeito eleito de Apuí em 2016, município distante 408 km de Manaus. Com isso, o prefeito permanecerá no cargo.

O Secretário da Secretaria Judiciária do TRE/AM, Waldiney Siqueira, disse que, além de Apuí, os municípios de: Lábrea, Nova Olinda do Norte, Careiro da Várzea também não terão novas eleições após decisão do TSE.

Em Apuí, o candidato eleito para prefeito do município Antônio Roque Longo (DEM) teve as contas desaprovadas pelo Legislativo Municipal por irregularidades de natureza insanável. A decisão o deixa inelegível por oito anos.

Antônio Roque explicou que o processo foi analisado no fim do mês de junho. Ainda
segundo o secretário, o Tribunal no Amazonas aguarda análise de embargos para decidir sobre novas eleições em Carauari, Novo Aripuanã, Anamã, Novo Airão e Caapiranga. 

No calendário do TSE, não consta programação para a realização de eleição suplementar para prefeito em cidades no Amazonas.

O TRE havia informado que a realização de eleição estava programada para ocorrer a partir de novembro em três localidades. Por conta disso, as urnas para os municípios devem ser levadas ainda esse mês.

Prefeito Roque Longo (DEM) - Imagem de divulgação.
Prefeito Roque Longo (DEM) – Imagem de divulgação.

Comentários

comentários

COMPARTILHAR