Home Regionalismo Memórias do Amazonas Um mergulho na história da cidade de Codajás

Um mergulho na história da cidade de Codajás

12 min - tempo de leitura
477

A cidade de Codajás se destaca por ser uma cidade de povo acolhedor e guerreiro, de uma cultura católica e é conhecida regionalmente como a ‘Terra do Açaí’. Com 80 anos, Codajás ainda promente crescer ainda mais.

Antigamente era Aldeia dos índios Cudaiá, mais tarde tornou-se pousada dos índios Muras ou Môras, que ainda em meados do século XVIII ocupavam as margens e os lagos do rio Amazonas e Madeira.

Nas imediações da localidade há numerosos lagos cheios de peixes, entre eles o lago de Cudaiá, (Miuá) onde em 1864 chegou José Manoel da Rocha Thury, vindo de Turiaçu, no Maranhão, trazendo consigo várias famílias e lançando os fundamentos de Codajás, que muito contribuiu para o crescimento do lugar, implantando uma fazenda de gado que se tornou próspera.

Nesse tempo, a localidade recebeu o nome de Barreiras de Cudajáz. Em 26 de Julho de 1865, o deputado Padre Bernardo Ivo de Nazaré Ferreira apresentou um projeto de lei à Assembleia Provincial e em 30 de junho de 1868 através da lei nº 175 passou a se chamar Fraguezia de Nossa Senhora das Graças de Cudajáz. Recebeu como de costume na época, a aprovação canônica em 26 de outubro de 1870.

Codajás recebeu status de município pela Lei Provincial nº 287 de 1 de maio de 1874 (instalado: 5 de agosto de 1875)

Padre Noé / Foto : Divulgação
Padre Noé / Foto : Divulgação

A Igreja Católica tem grande importância para a Cidade de Codajás, desde a sua criação até os dias de hoje. O Pe. Vincent Anggeler, mas conhecido pelos mais antigos como Padre Noé, residiu no município nas décadas de 60 e 80, foi uma das primeiras pessoas a ter uma máquina fotográfica naquele tempo, e pedimos um relato dele de como era Codajás antigamente, então ele nos respondeu:

Padre Noé / Foto : Divulgação
Padre Noé / Foto : Divulgação

Fui destacado pra Codajaz a primeira vez de 1961-1964 e depois em 1976-1982. Cheguei la em Fevereiro. A rua da frente era a única calçada. A ponte para o bairro do Igarapé era de madeira; mas logo foi feito uma de cimento e parece e que foi inaugurada com nome de 13 de Maio nesta data. João Bastos (pai do Lincoln) era prefeito. Eu gostava muito de conversar com ele. Ele me falou: “Padre, o sr vai ver que o Brasil tem as leis mais bonitas do mundo, só que não vigoram. E disse mais: A igreja (igreja da matriz) que acaba de ser derrubada era novinha em folha mesmo sem piso quando cheguei. Eu gostava muito e dizia que havia de plantar meus ossos ai. E me perguntaram: “O sr acha que vão brotar?” Sr Moady Braga e Dona Maria Viana e família sempre me davam açaí. Jogos de futebol eram perigosos pois os jogadores costumavam andar com uma pequena faca atras no calção.

Padre Noé Vice Aggeler e Padre Carlos / Foto : Divulgação
Padre Noé Vice Aggeler e Padre Carlos / Foto : Divulgação

Então foi esse pequeno relato que o pe. Vincent nos passou, agradecemos a ele, por essa viagem pelo passado da nossa Codajás, e também nos forneceu algumas de suas fotos pessoais daquela época. Atualmente pe. Vincent vive em sua cidade natal nos EUA.

Padre Noé Vice Aggeler / Foto : Divulgação
Padre Noé Vice Aggeler / Foto : Divulgação

Formação Administrativa de Codajás

  • Em 30-06-1862, pela Lei Provincial n.º 175, é criada a freguesia de Nossa Senhora das Graças de Codajás.
  • Distrito criado com a denominação de Nossa Senhora da Graça de Codajás, pela Lei Provincial n.º 175, de 30-06-1868.
  • Elevado à condição de vila com a denominação de Codajás, pela Lei Provincial n.º 287, de 01-05-1874, desmembrada do município de Manaus. Sede na atual distrito de Codajás (ex-Nossa Senhora da Graça de Codajás), sendo o município instalado em 05.08.1875.
  • Em 10-04-1891, pelo Decreto Estadual n.º 95-A, é criado o termo judiciário de Codajás, subordinado à comarca de Coari.
  • Posteriormente, foi o município dividido em quatro distritos: Codajás, Badajós, Anori e Anumã.
  • Pela Lei Municipal n.º 06, de 17-07-1893, foram criados os distritos de Anamã e Anori e anexados ao município de Codajaz.
  • Em 27-09-1911, pela Lei Estadual n.º 682, é criada a comarca de Codajás, que se instala em 25-01-1912. O município é constituído de 3 distritos: Codajás, Anamã e Anori;
  • Em 30-10-1913, pela Lei Estadual n.º 141, é extinta a comarca.
  • Em 25-11-1921, pela Lei n.º 1.126, ocorreu a instalação de Manacapuru, o termo de Codajás passou a subordinar-se o termo de Coari.
  • Em 07-02-1922, pela Lei n.º 1.133, foi restaurada a comarca de Manacapuru a qual foi novamente anexado o termo de Codajás.
  • Em 10-03-1924, pela Lei n.º 1.220, passou o termo de Codajás a subordinar-se novamente à comarca de Coari.
  • Em 04-01-1926, pela Lei n.º 1.223, voltou mais uma vez o termo de Codajás a integrar a comarca de Manacapuru.
  • Pelo Ato Estadual n.º 45, de 28-11-1930, vila de Codajás foi suprimida, sendo seu território anexado ao município de Coari, como simples distrito.
  • Em 14-09-1931, pelo Ato Estadual n.º 33, foi restaurado, ficando o termo judiciário subordinado à comarca de Manacapuru e o município constituído de um só distrito. Na divisão judiciária de 1937, figura Codajás como termo único de comarca do mesmo nome.
  • Em 30-03-1938, pela Lei Estadual n.º 68, a sede municipal recebe foros de cidade.
  • Na divisão administrativa, fixada pelo Decreto-lei Estadual n.º 176, de 1º de Dezembro de 1938, figura o Município de Codajás com três distritos: Codajás, Anamã e Anori. Os dois últimos foram criados pelo mesmo decreto citado, com território desmembrado do distrito-sede, mantendo até 1956 a mesma composição distrital e é sede da comarca do mesmo nome.
  • No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Codajás, Anamã e Anori.
  • Assim permanecendo em divisão territorial datada 1-VII-1955.
  • A Lei Estadual n.º 117, de 29-12-1956, desmembra do município de Codajás os distritos de Anori e Anamã, para constituir o novo de Anori.
  • Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede, assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-I-1979.
  • Pela Emenda Constitucional n.º 12, de 10-12-1981 (Art. 2º – Disposições Transitórias), delimitado pelo Decreto Estadual n.º 6.158, de 25-02-1982, é criado o distrito de Bodajós e anexado ao município de Codájas.
  • Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído do distrito sede, assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Festejos religiosos

São Sebastião (de 11 a 20 de Janeiro)
São José (de 10 a 19 de Março)
Nossa Senhora das Graças (Padroeira Principal da Cidade (22 a 31 de Maio)
Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Ultimo final de semana de Julho ao primeiro final de semana de Agosto)
São Francisco (de 24 de setembro a 04 de Outubro)
Santa Luzia (de 04 a 13 de Dezembro)

Um mergulho na história da cidade de Codajás / Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
/ Foto : Divulgação
Garotos que levaram açai pro padre Noé / Foto : Divulgação
Garotos que levaram açai pro padre Noé / Foto : Divulgação
Garoto exibindo seus jacarés / Foto : Divulgação
Garoto exibindo seus jacarés / Foto : Divulgação
Defumando látex em Codajás / Foto : Divulgação
Defumando látex em Codajás / Foto : Divulgação
Defumando látex em Codajás / Foto : Divulgação
Defumando látex em Codajás / Foto : Divulgação
Couro de cobra no interior de Codajás / Foto : Divulgação
Couro de cobra no interior de Codajás / Foto : Divulgação
Crianças em Codajás antigamente / Foto : Divulgação
Crianças em Codajás antigamente / Foto : Divulgação
Barco regional em Codajás / Foto : Divulgação
Barco regional em Codajás / Foto : Divulgação
Barco em Codajás / Foto : Divulgação
Barco em Codajás / Foto : Divulgação
Barco Capitão Nunes em Codajás / Foto : Divulgação
Barco Capitão Nunes em Codajás / Foto : Divulgação

Fontes:
Codajás (AM). Prefeitura. 2012.
Disponível em: http://www.codajás.am.gov.br.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Codajas

 

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Memórias do Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Aleam antecipa pauta da próxima semana com oito Projetos de Lei e cinco vetos do governo

  A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai colocar em votação, na próxima sem…