Home Notícias URGENTE: Ex-assessora de Flávio Bolsonaro confessa esquema de “rachadinha” e cita Queiroz

URGENTE: Ex-assessora de Flávio Bolsonaro confessa esquema de “rachadinha” e cita Queiroz

3 min - tempo de leitura
71

Uma ex-assessora do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) admitiu que estava no quadro de funcionários do então deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) mas nunca trabalhou, de fato. Luiza Sousa Paes confessou ainda que recebia salário, mas devolvia mais de 90% dos proventos a Fabrício Queiroz.

As informações são do jornal O Globo. Nesta quarta (4), veio à tona a denúncia do Ministério Público do Rio (MPRJ) contra Flávio pelo esquema de ‘rachadinha’. A funcionária que confessou que devolvia o salário disse que recebia cerca de R$ 5 mil, ficava com R$ 700 e devolvia o restante, incluindo 13º, férias, vale-alimentação e restituição do Imposto de Renda.

Luiza mostrou extratos bancários aos promotores. Os comprovantes mostram que, entre 2011 e 2017, ela devolveu cerca de R$ 160 mil ao gabinete. A funcionária disse ainda que outras pessoas receberam cargos mas também não trabalhavam. Entre elas, estariam duas filhas mais velhas de Queiroz, o chefe do esquema de ‘rachadinha’.

A funcionária trabalhou no gabinete de Flávio entre agosto de 2011 e abril de 2012. Depois, foi para outros departamentos da Alerj e continuou devolvendo quase todo o salário.

Flávio ataca MP
Nesta quarta (4), o senador se pronunciou sobre a denúncia. Na visão de Flávio, o MP cometeu uma “série de erros bizarros” na ação.

“Não cometi nenhuma ilegalidade. O MP do Rio comete série de erros bizarros em sua ‘denúncia’, às vésperas das eleições municipais”, disse Flávio, nas redes sociais. Na visão do senador, o MP cometeu quebra de sigilos de forma ilegal, distorção de informações fiscais, dentre outras ações supostamente ilícitas.

O senador concluiu afirmando que a Justiça do Rio não deve aceitar a denúncia do Ministério Público. “Acredito que a denúncia sequer será aceita pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.”

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Notícias

Deixe uma resposta

Leia Também

Prefeito pede compreensão e estima fim dos trabalhos em 20 dias na avenida Mário Ypiranga

A obra emergencial de substituição da rede de drenagem profunda na avenida Mário Ypiranga …