Veja primeiras fotos dos “13 Javalis tailandeses” se recuperando no hospital

37

Nesta quarta-feira (11), as autoridades tailandesas publicaram as primeiras imagens dos meninos resgatados da caverna Tham Luang, no norte da Tail√Ęndia.

Os ‚Äú13 javalis‚ÄĚ, assim apelidados pelo nome do time de futebol que comp√Ķem, j√° est√£o todos a salvo e internados no hospital provincial Prachanukroh de Chiang Rai. Permanecer√£o pelo menos uma semana no oitavo andar da sua chamativa ala nova, onde dezenas de policiais custodiam todas as entradas para que ningu√©m se aproxime deles. Ningu√©m, nem mesmo seus pais, pode estar em contato direto com eles por enquanto. Seus familiares s√≥ podem v√™-los pelo vidro. Seu sistema imunol√≥gico est√° t√£o debilitado ap√≥s nove dias sem comer e 17 na caverna que os m√©dicos temem que qualquer contato possa transmitir doen√ßas.

Veja primeiras fotos dos "13 Javalis tailandeses" se recuperando no hospital / Foto : Divulgação
Veja primeiras fotos dos “13 Javalis tailandeses” se recuperando no hospital / Foto : Divulga√ß√£o

Entre os primeiros resgatados, dois receberam um tratamento de antibióticos por um princípio de pneumonia, disseram os médicos numa entrevista coletiva nesta terça-feira. Eles observaram que isso é relativamente normal depois de um período prolongado embaixo da terra, e que os dois meninos se recuperam adequadamente.

Veja primeiras fotos dos "13 Javalis tailandeses" se recuperando no hospital / Foto : Divulgação
Veja primeiras fotos dos “13 Javalis tailandeses” se recuperando no hospital / Foto : Divulga√ß√£o

Nenhum dos oito resgatados nos dois primeiros dias tem febre. ‚ÄúTodos apresentam um bom estado da sa√ļde‚ÄĚ, disse Jesada Chokedamrongsuk, do minist√©rio de Sa√ļde tailand√™s, embora ainda seja preciso esperar o resultado de alguns exames de sangue e radiol√≥gicos. Foram vacinados tamb√©m contra t√©tano e raiva, para o caso de terem sofrido mordidas de morcegos. Os testes oftalmol√≥gicos, para olhos desacostumados √† luz ap√≥s mais de duas semanas numa escurid√£o completa ou na semipenumbra, n√£o encontraram danos.

Depois dos primeiros exames, os oito primeiros estiveram caminhando e conversando entre si. E, sobretudo, comendo. Segundo os respons√°veis pelo hospital, os menores pediam constantemente mais comida, se poss√≠vel trazida de fora do hospital. Inicialmente foram submetidos a uma dieta branda, mas os que chegaram primeiro j√° passaram aos s√≥lidos. ‚ÄúAlguns j√° puderam comer chocolate e carne‚ÄĚ, disse Jesada. O que continua vetado a todos √© a comida picante, muito caracter√≠stica da cozinha tailandesa.

Veja primeiras fotos dos “13 Javalis tailandeses” se recuperando no hospital / Foto : Divulga√ß√£o

Os exames inclu√≠ram tamb√©m avalia√ß√Ķes psicol√≥gicas de cada menino. Nenhum deles, segundo a funcion√°ria do minist√©rio, apresenta sequelas mentais aparentes. Ainda dentro da caverna vinham recebendo assist√™ncia psicol√≥gica.

Se os resultados dos exames restantes forem bons, os familiares ser√£o finalmente autorizados a entrar nos quartos e se aproximar de seus filhos. Mas n√£o muito, ainda. ‚ÄúTer√£o que usar batas protetoras e permanecer a uma dist√Ęncia de dois metros‚ÄĚ, esclareceu um dos m√©dicos que atendem os meninos, Tosthep Bunthong.

A senhora Sriwichai está impaciente para dar um abraço no seu sobrinho, que, contaram os meninos aos mergulhadores, era o mais abatido dentro da caverna, porque renunciou a comer as poucas guloseimas que tinham enquanto estiveram desaparecidos, para que os doces durassem um pouco mais para os seus pupilos. Ekapon, de 25 anos, é órfão desde os 10, quando uma epidemia tirou a vida de seus pais e da sua irmã. Sua avó e suas tias cuidaram dele desde então. Mas, agora, esse abraço entre seres queridos terá que esperar uma semana.

Veja primeiras fotos dos "13 Javalis tailandeses" se recuperando no hospital / Foto : Divulgação
Veja primeiras fotos dos “13 Javalis tailandeses” se recuperando no hospital / Foto : Divulga√ß√£o

Coment√°rios