Inicial Notícias Política Vereadora Joana D’Arc (PR) acusa sua ex-assessora de fazer chantagem

Vereadora Joana D’Arc (PR) acusa sua ex-assessora de fazer chantagem

3 minuto de leitura
0
1

Nesta última semana, a vereadora Joana D’Arc Cordeiro (PR) voltou a sofrer ataque nas redes sociais. Na ocasião, a ex servidora do gabinete, Rose Aguiar, logo após ser exonerada, distribuiu graves denuncias a respeito da Joana. A principal acusação era sobre Assédio Moral que estava sofrendo da chefe de gabinete Vanessa Moraes.

Após ter sido acusada nas redes sociais de assédio moral, juntamente com parte de sua equipe na Câmara Municipal de Manaus (CMM), a vereadora Joana D’arc (PR), esclareceu na tarde de ontem (14), à equipe do Portal EM TEMPO, que tudo não passou de uma farsa criada pela sua assessora parlamentar Rose Aguiar, que teria utilizado as denúncias como um meio de conseguir atingí-la.

Segundo a vereadora, seria a forma que a assessora encontrou para se vingar por não ter conseguido um aumento salarial e a contratação do marido por parte da parlamentar.

A vereadora foi ainda mais longe, e alegou que a assessora possui um histórico de confusões por todos os locais onde trabalhou, além de também fazer uso de medicação controlada por conta de problemas psicológicos. Ela já registrou um Boletim de Ocorrência por ameaça e chantagem, e acionará o Ministério Público do Estado nesta segunda-feira (16) para investigar o caso.

“Já sabia do histórico dela, mas ainda assim decidi dar uma oportunidade de emprego a ela. Só que um mês depois começaram as queixas de que ela estava com muitas contas para pagar, que o salário estava pouco e o marido dela desempregado. E continuei ajudando ela como pude, dava até uma quantia de R$ 600 para que o marido dela ficasse por duas horas durante os finais de semana no meu abrigo de animais, mas parei de pagar pois ele não estava mais cumprindo o combinado”, destacou a vereadora, que ainda ajudou Rose com o enxoval do neto recém-nascido.

“Como pode existir assédio moral de alguém que te ajuda, se preocupa com você e sua família, e compra até roupa e enxoval para o neto prestes a nascer da outra pessoa? Tem algo errado aí nessa história. Não é? ”, acrescentou Joana.

Por meio de imagens printadas no Whatsapp, a parlamentar ainda mostrou como as denúncias contra ela foram supostamente manipuladas e com o intuito de manchar sua imagem na mídia. Em uma delas, é possível ver uma declaração da assessora dizendo que “sabe como chamar a atenção das pessoas”, e que “sabia muito bem como comover nas redes sociais” em uma foto onde aparece chorando.

Do outro lado, Rose Aguiar negou todas as acusações da vereadora, e disse que sempre passou por assédio moral por parte de outros funcionários, alegando ainda que a diferença de salário entre os funcionários é diferenciada de acordo com a relação de amizade de Joana e eles.

Nepotismo e funcionários invisíveis

Ela ainda citou por telefone à reportagem, que a irmã da vereadora é uma das funcionárias na CMM, o que simboliza um quadro de nepotismo. Além disso, ela ainda afirmou ter visto na lista de funcionários, cinco nomes de pessoas que nunca sequer pisaram na Câmara e prestaram serviços à Casa, mas que recebem salários mensalmente.

Vereadora Joana D'Arc / Divulgação
Vereadora Joana D’Arc / Divulgação

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas
Comentários estão fechados.