Vítima que estava na boate em Orlando, enviou mensagem pelo celular durante atentando

3

Durante o massacre que aconteceu na madrugada deste domingo (12/6) na boate gay Pulse Nightclub, em Orlando, Estados Unidos, conversas de pessoas que estavam dentro da balada e pediram ajuda foram reveladas.
Já foram confirmadas 50 mortes e 53 feridos no atentado, no que foi considerado o tiroteio mais mortal na história dos EUA.

Nesta mensagem, uma das vítimas chamada Eddie Justice, de 30 anos, segundo o Daily Mail, revela estar preso no banheiro da boate e envia um sms para a mãe, Mina Justice, que estava fora do local:

— Mãe, te amo. Estou num clube que está sofrendo um tiroteiro. Preso no banheiro.

Loading...

A mãe pergunta onde e a vítima responde que é no clube Pulse, no centro de Orlando.

— Eu estou no banheiro. Ele está chegando. Eu vou morrer.

A mãe ainda pede para que Eddie fique dentro do banheiro e pergunta se há feridos. Foi a última conversa entre os dois.

Vítima do atentado mandou mensagem para a mãe enquanto estava trancado em banheiro Reprodução
Vítima do atentado mandou mensagem para a mãe enquanto estava trancado em banheiro Reprodução da Internet

Comentários

comentários