Wilson Lima pede reforço da Força-tarefa de Intervenção Penitenciária após massacre de 55 presos

496

O n√ļmero de presos mortos em briga de fac√ß√Ķes nos pres√≠dios do Amazonas subiu para 55. A informa√ß√£o foi divulgada pelo pr√≥prio governador do estado, Wilson Lima ( PSC) durante entrevista na BandNews TV na tarde desta segunda-feira (27/5).

O governador conversou com o ministro da Justi√ßa e Seguran√ßa P√ļblica, S√©rgio Moro, que garantiu a presen√ßa da For√ßa-Tarefa de Interven√ß√£o Penitenci√°ria (FTIP) para os principais pres√≠dios do Amazonas.

O pedido do governador Wilson Lima foi feito ap√≥s a morte de 55 detentos em pres√≠dios do estado. Somando as 15 mortes que ocorreram no domingo (26) e os 40 detentos mortos, todos com ind√≠cios de asfixia. O n√ļmero j√° quase supera o massacre de presos em 2017, quando 56 presos foram assassinados.

Instituto Penal Ant√īnio Trindade (IPAT): 25 detentos
Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj): 4 detentos
Centro de Detenção Provisória Masculino 1 (CDPM1): 5 detentos
Unidade Prisional do Puraquequara (UPP): 6 detentos.

A Secretaria Estadual de Administra√ß√£o Penitenci√°ria (Seap) informou em nota que j√° iniciou investiga√ß√Ķes para identificar os respons√°veis pela ocorr√™ncia de domingo.

As mesmas medidas ser√£o tomadas em rela√ß√£o √†s mortes registradas nesta segunda-feira, segundo o √≥rg√£o. Os resultados dessas apura√ß√Ķes ser√£o encaminhados √† Justi√ßa, informou.

A Seap também divulgou que vai adotar medidas disciplinares nos pr

Seap inicia apuração sobre responsáveis por mortes durante briga entre detentos do Compaj,/ Foto : Divulgaçao

esídios, a exemplo do que já fez no Compaj.

 

Coment√°rios