Zoológico do CIGS

91

O zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), que abriga mais de 200 animais da fauna amazônica, ganhou novas atrações este ano: o Aquário Amazônico, a Oca do Conhecimento e o Memorial Coronel Jorge Teixeira.

Situado no bairro São Jorge, na Zona Oeste de Manaus, o zoológico reúne exemplares da onça pintada, arara azul, gavião real, macaco prego e pantera negra, entre outros.

Entrada do CIGS. Fotos: Tereza Cidade
Entrada do CIGS. Fotos: Tereza Cidade

 

Foto reprodução: Arara
Foto reprodução: Arara
Viveiro dos quelônios.
Viveiro dos quelônios.
O local onde ficam os macacos.
O local onde ficam os macacos.
Loading...

Um dos ambientes mais bonitos é o viveiro dos macacos, que ocupa a área central do zoológico, reunindo várias espécies de primatas. Outra grande atração para os visitantes é o viveiro das onças, com destaque para a onça pintada e pantera negra. Os felinos podem ser vistos no seu habitat natural do alto de uma passarela de concreto.

Criado e administrado pelo Exército Brasileiro, o CIGS abriu às portas ao público em 1967. Em 2014, ficou entre os 25 melhores zoológicos e aquários da América do Sul, ganhando o prêmio Travelers’ ChoiceTM Zoológicos e Aquários, do TripAdvisor®, o maior site de viagens do mundo. O zoológico do CIGS ficou  em 10º no Brasil e 14º, na América do Sul.

A anta, maior mamífero da América do Sul.
A anta, maior mamífero da América do Sul.
Tucano
Tucano
Pantera
Pantera

Novas atrações

As novas atrações do CIGS foram entregues dia 11.12.2014, em comemoração aos 50 anos da instituição.

A Oca do Conhecimento é dividida em duas salas, ambas com jogos interativos. Em uma, há figuras de animais da fauna amazônica e informações sobre eles, além do “Jogo do Curupira”, que consiste em perguntas e respostas sobre os animais retratados nas figuras. No outro ambiente, há animais empalhados e um jogo que consiste em colocar a mão dentro das caixas para identificar o animal a partir de sua pele. O local também é destinado à palestras e exposições ambientais e culturais.

Pirarucu e tambaqui no Aquário Amazônico
Pirarucu e tambaqui no Aquário Amazônico
Arraia entre os peixes exótico
Arraia entre os peixes exóticos
Uma das espécies de bagres
Uma das espécies de bagres

No Aquário Amazônico, as espécies de peixes estão divididas em quatro categorias: ornamentais, de produção, bagres e exóticos. O tambaqui, pirarucu e matrinxã, que fazem parte da gastronomia regional, estão entre os peixes de produção. Na família dos bagres estão o bodó, pirarara e cuiú-cuiú. Entre os ornamentais, os Borboletas, Acarás Bandeiras e Acarás Discos. Nos exóticos, as Arraias se destacam.

O Memorial Coronel Jorge Teixeira expõe armas, fardas e itens de selva utilizados pelos militares nos 50 anos de CIGS, além de destroços do avião que caiu em 1962, no Amazonas.

Dentro do zoológico, há lanchonete e lojas de artesanato local.

 

Serviço:

Zoológico do CIGS

Horário de funcionamento:

Terça a sexta-feira: 9h às 17h

Sábado, domingo e feriado: 09h às 18h

Não abre segunda-feira

Valor do ingresso: R$ 5

Gratuito para crianças até 12 anos (desde que acompanhada de adulto); pessoas com 60 anos ou mais; pessoas portadoras de deficiência; militares das Forças Armadas e seus dependentes (devidamente identificados).

Estudantes com carteirinha e identidade pagam meia entrada.

 

FONTE: http://migre.me/slqGa

Comentários

comentários